Comprar terreno é um bom negócio?

O brasileiro não está acostumado a realizar investimentos e muitas vezes segue embalos de momento, que prometem grandes rendimentos, mas que possuem pouca segurança. Uma alternativa que se mostra e não é muito lembrada, mas que garante um ótimo retorno, é investir em terreno. Lembrando que essa área vai muito além do ter ou não ter uma área para morar. O que poucas pessoas analisam é que investir em terreno é uma opção bastante segura e também pode ser bastante lucrativa para aqueles que procuram um adequado investimento. Mesmo durante a crise passada os terrenos não perderam valores e o ramo imobiliário já começa a dar bons sinais de melhoras em um futuro próximo.
“Ter um terreno com certeza se mostra um ótimo investimento, ainda temos um intenso déficit imobiliário, entretanto, os benefícios vão muito além. Contudo, é preciso um planejamento para essa aquisição, para que realmente se mostre lucrativa em médio e longo prazo”, explica o Diretor de Marketing do Grupo Conspar/Realibrás, Marcus Cunha. A grande questão relacionada aos terrenos é que, como em qualquer investimento, é preciso um planejamento na hora de comprar, a pessoa deve fazer análises e planilhas para que saiba até o quanto pode gastar. Ponto importante nessa compra é que ter um terreno proporciona um baixo custo com manutenção e tem alta probabilidade de valorizar. Pensando na melhor compra desse bem, Marcus Cunha preparou algumas orientações sobre o tema: Avalie a localização e histórico – muitas vezes o que pode se parecer um bom negócio se torna um pesadelo. Por isso analise alguns pontos, como a existência de infraestrutura nas redondezas. Também existem casos de locais com problemas drenagem, ocorrendo com o tempo alagamentos ou limitações para construção, assim, pesquise e olhe com muita atenção todos os detalhes. Cuidado com o preço – no impulso da compra muitas pessoas não avaliam seu fôlego financeiro, assim se planeje e busque empresas que ofereçam boas condições de financiamento e alternativas para renegociação, com isso evitará a necessidade de devolução. Outro ponto é desconfiar de preços muito convidativos, que podem esconder armadilhas. Busque por projetos urbanísticos – ainda no campo de análise, procure locais que possuam estrutura urbanística adequada para o crescimento, o que proporcionará uma maior valorização desse bem no decorrer dos anos. Pense nos gastos extras – é preciso saber se no local no terreno não existem gastos extras como condomínio, por exemplo, pois pode ser um novo fator de endividamento. Pense a situação legal – antes de comprar um terreno, confira sua documentação, se está tudo regularizado com a prefeitura, se não existe nenhum impedimento no local para construções ou se não existem dívidas anteriores. A matrícula individual ajuda ter um posicionamento se a ocupação é regular ou não. Analise a inclinação e o tipo de solo – mesmo não parecendo de grande relevância, esses custos podem encarecer em muito as obras futuras no local, gerando desvalorização, já que serão necessárias obras extras para deixá-lo pronto para obra. Fonte: https://www.segs.com.br/seguros/144549-terreno-e-um-investimento-veja-5-orientacoes-antes-de-comprar#ath

Comentários

Postagens mais visitadas