sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Prefeitura do Rio testa plano de contingência na ciclovia Tim Maia

A prefeitura do Rio realiza nesta sexta-feira (2/9) uma simulação para testar o protocolo de acionamento e cancelamento do sistema de aviso de interdição da ciclovia Tim Maia, em São Conrado, na Zona Sul da cidade. A via teve um trecho desmoronado no dia 21 de abril, após uma forte onda atingir um dos tabuleiros da pista, que segundo laudo pericial do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio (CREA-RJ) foi construído de forma irregular e sem obedecer normas de segurança e licitatórias.

Antes do acidente, que deixou duas vítimas fatais, os fechamentos da ciclovia em períodos de ressaca no mar eram feitos pela prefeitura sem qualquer planejamento, com base apenas em boletins meteorológicos. A Defesa Civil era acionada e executava o isolamento do local.  



O plano de contingência elaborado pela prefeitura para situações de ventos, chuva e ondas fortes foi desenvolvido considerando cinco etapas (prontidão, monitoramento, comunicação da situação meteorológica indicativa de interdição, interdição e desinterdição). A dinâmica das ações vão envolver agentes Centro de Operações Rio, do Alerta Rio, da Defesa Civil, da Guarda Municipal, do Grupamento Marítimo e da CET Rio, de forma encadeada. O Alerta Rio continua responsável pelo monitoramento do tempo por 24 horas, tendo como fonte os boletins emitidos pela Marinha e da Estação Forte de Copacabana. 

O protocolo terá abrangência para o novo trecho, que será inaugurado neste sábado (3), entre São Conrado e Barra da Tijuca, na Zona Oeste, para a área onde aconteceu a queda, que ainda não foi reaberta para a população. 


#ascomvereadormarciogarcia

Nenhum comentário:

Postar um comentário