domingo, 18 de setembro de 2016

Caos no Rio de Janeiro: a herança desastrosa de Cabral e seus fiéis sucessores

Um estado falido em todos os seus setores da economia. Não precisar ser especialista para chegar a esta conclusão quando o tema é Rio de Janeiro. Nas ruas, nos locais de atendimento público, nos bancos, nos hospitais, nas entidades de ensino, o carioca lamenta a situação de calamidade que está interferindo na sua rotina e gerando doenças físicas e sociais. Uma sociedade mergulhada no caos. 
Reprodução YouTube

Ao contrário das justificativas que o governo estadual vem apresentando, a crise não está ancorada na redução dos repasses dos royalties do petróleo, mas foi ocasionada pela má gestão pública e irresponsabilidade do governo do PMDB, aplicou a verba pública em projetos audaciosos e obras que foram prioritárias apenas para os cofres das empresas privadas. 



A farra fiscal chegou ao patamar absurdo de R$ 140 bilhões em isenções para determinadas empresas, enquanto o servidor convive com atrasos salariais e sucateamento dos serviços públicos. 

2 comentários:

  1. Imagine o que o Cabral levou para dar esse mole para empresas.

    ResponderExcluir
  2. Absurdo os funcionários públicos pagarem por isso !!!

    ResponderExcluir