sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Atenção: Crise atinge hospital dos bombeiros

Circula na rede a informação, ainda não confirmada pelo Corpo de Bombeiros, de que exames e procedimentos estão sendo cancelados no hospital e policlínicas da Corporação, isso porque o Governo do Estado está usando o dinheiro do Fundo Saúde e da Taxa de incêndio para pagamentos de salários. Assim, as unidades de saúde estão sem recursos e não estão recebendo o repasse do Governo do Estado. 

O laboratório terceirizado que atende a estas unidades suspendeu parcialmente o serviço e, pelo quadro crítico, em breve deve parar de vez as suas atividades por falta de pagamento.

Segundo uma fonte, os atendimentos laboratoriais serão apenas para os pacientes internados e da emergência. Já recebi mensagens confirmando o cancelamento de exames e as informações que estão circulando nas redes sociais.

O pior de tudo é que a crise atingiu o hospital exatamente no momento em que relatos positivos em relação aos rumos da unidade vinham se acumulando. 

É lamentável ver os Bombeiros serem sacrificados pela irresponsabilidade do governo estadual na gestão do nosso dinheiro.


6 comentários:

  1. Logo agora que temos uma excelente diretores na DGS, HCAP e nas Policlínicas juntamente com o Comandante Geral, com o intuito de melhorar ainda mais o sistema de saúde dos bombeiros, acontece isso de ficar sem dinheiro. Desesperador para todos nós bombeiros, pensionistas e dependentes que necessitamos do hospital e das policlínicas dos bombeiros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lenyr Pliger Careirro13 de agosto de 2016 04:12

      Verdade os diretores são muito bom mesmo é uma pena

      Excluir
  2. Isso nada mais é que canalhice,safadeza,pilantragrmm então meu desconto não é para saúde bando de canalhas.

    ResponderExcluir
  3. PERDEMOS MAIS UMA, 1a0 PRA ELES12 de agosto de 2016 07:08

    O QUE SE FALA NOS CORREDORES DO HCAP, É QUE O FUNESBON ESTA SENDO USADO PARA PAGAMENTO DE FUNCIONA RIOS, A REALIDADE É QUE OS SERVIÇOS TERCEIRIZADOS ESTÃO FICANDO INEFICIENTES, É TRISTE, E PARA AQUELES QUE TORÇEM PARA QUE O FUNDO PARE DE DESCONTAR , PARABÉNS VCS ESTÃO GANHANDO MEDALHA DE OURO, NOSSO ATENDIMENTO HOSPITALAR E NOSSA ODONTO ESTÃO COM OS DIAS CONTADOS,FIZ RECENTEMENTE UMA CIRURGIA COMPLEXA NO HCAP, CIRURGIA ESSA QUE EM UM HOSPITAL DE REFERÊNCIA COMO O INTO POR EXEMPLO, LEVARIA DE 3 a 5 ANOS NA FILA DE ESPERA, ESPEREI 1 mês, FUI OPERADO POR UM CAP, ESPECIALISTA QUE FAZ CIRURGIAS EM HOSPITAIS PARTICULARES E NO INTO, JÁ ESTOU EM CASA ME RECUPERANDO E COM UM ATENDIMENTO DE PRIMEIRA, É UMA PENA QUE ESTAMOS CAMINHANDO PARA NOS IGUALARMOS AO SUS OU AO HCPM, COMO PRAÇA ATIVO, FICA AQUI MINHA INDIGNAÇÃO E MINHA TRISTEZA , PERDEMOS MAIS UMA ,1 a0. PRA ELES

    ResponderExcluir
  4. O mais engraçado nisso tudo é que sou descontado no contracheque o
    Valor do fundo saúde para justamente manter a qualidade do hospital e o salafrario do governador utiliza para pagar salários,! Enquanto isso, no jornal extra publicado essa semana na coluna do servidor, comenta se que o governo continua cedendo isenções fiscais para empresas. Lamentável, se continuar assim vou tirar o fundo saúde do contra cheque.

    ResponderExcluir
  5. Lenyr Pliger Careirro13 de agosto de 2016 04:09

    Por favo não deixa isso acontece a última vez que tive no hospital eu tinha visto o hospital central tão funcionários até os enfermeiros tão bom que eu vi la fui muito bem atendida

    ResponderExcluir