sexta-feira, 8 de julho de 2016

O Rio na berlinda: pedidos de CPI e esclarecimentos sobre verba extra chegam à Câmara dos Deputados


Que as contas públicas do Estado não fecham há meses, muitos já sabem. O que ninguém esperava era que, no mesmo dia, o governo Dornelles (PP) fosse alvo de dois pedidos de investigações. Aconteceu na última quarta-feira (6/7), em Brasília, durante reunião da Comissão de Segurança Pública, na Câmara dos Deputados. Numa só tacada, foi aprovado um pedido de informações ao Ministério da Justiça para que se esclareça como a verba de R$ 2,9 bilhões liberada pela União para o Rio foi e ainda está sendo utilizada. Ao mesmo tempo, o representante do SOS Bombeiros, subtenente Valdelei Duarte, munido de um dossiê, entregava aos deputados da comissão pedido de abertura de CPI para investigar as contas do Estado.

Duas ações, o mesmo alvo: um governo que perdeu as rédeas das finanças, que vem atrasando salários e se equilibrando na corda bamba para cumprir prazos obrigatórias de entrega das obras direcionadas aos Jogos Olímpicos.
O pedido de informações sobre o uso dos R$ 2,9 bi foi feito pelo deputado federal Ezequiel Teixeira (PTN/RJ). O argumento é simples: a liberação do dinheiro foi feita para atender as emergências dos Jogos e para a segurança pública especificamente. Esta semana, no entanto, foi decidido pela equipe econômica de Dornelles que parte da verba iria para a conclusão da Linha 4 do metrô.
Já o pedido de CPI apresentado pelo SOS Bombeiros argumenta que é preciso investigar a situação financeira a que chegou o Estado e também o polêmico decreto de calamidade pública baixado pelo governo. O grupo alega negligência no uso das verbas públicas. A solicitação também é por uma investigação apurada e as circunstâncias que levaram ao atual quadro de “quebradeira” do Estado. O SOS Bombeiros pede a responsabilização das gestões que contribuíram, segundo a entidade, para o colapso financeiro das contas e o consequente atraso no pagamento dos servidores.

Reunião da Comissão de Segurança e Combate á Corrupção da Câmara Federal. Foto: SOS Bombeiros RJ


Nenhum comentário:

Postar um comentário