sexta-feira, 15 de julho de 2016

Atentado em Nice: Temer convoca reunião emergencial para reavaliar segurança na Olimpíada

Reunião da Presidência com a cúpula da Segurança. Foto: Beto Barata/PR

Em uma reunião emergencial realizada no final da tarde desta sexta-feira (15/7), os ministros do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Sérgio Etchegoyen, da Casa Civil, Eliseu Padilha, da Justiça, José Levio, o chefe do Estado-Maior conjunto das Forças Armadas, Almirante Ademir Sobrinho e o secretário-geral do Ministério das Relações Exteriores, Marcos Galvão, discutiram com o presidente em exercício, Michel Temer, possíveis mudanças no plano de segurança para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. A medida tem como motivo o atentado em Nice, nesta quinta (14), que causou 82 mortes e centenas de pessoas feridas. O encontro aconteceu no Palácio do Planalto, em Brasília.
Segundo o ministro, as medidas serão detalhadas na semana que vem, mas estão relacionadas a bloqueio de ruas, revista de pessoal e restrição do trânsito de veículos em algumas áreas de competição. “O presidente avalizou todas, deu sua aprovação e algumas diretrizes específicas. Agora, vamos implementá-las para que mantenhamos o nível de segurança que exigem os Jogos Olímpicos”, disse o general.
No Rio, o prefeito Eduardo Paes disse nesta sexta (15) que vai endurecer  o plano de contingência na cidade em torno da Olimpíada. O ministro da Justiça, Raul Jungmann, admitiu que o atentado na cidade francesa se reflete em "grande preocupação" para os Jogos Olímpicos e o esquema de segurança deve ser alterado com novos procedimentos, bem mais rigorosos. 

>>Temer realiza reunião de emergência para discutir segurança na Olimpíada

Nenhum comentário:

Postar um comentário