quarta-feira, 29 de junho de 2016

Treinamento de bombeiros é prejudicado pelo atraso de salário

Sem o pagamento da segunda parcela do salário de maio, bombeiros do Quartel de Magé, na Região Metropolitana, se recusaram, nesta quarta-feira (29/6), a participar de um treinamento na Escola de Bombeiros Coronel Sarmento, em Guadalupe, na Zona Norte. Após o entrave, a corporação ofereceu um caminhão para levar o grupo, formado por cerca de 50 bombeiros, mas os agentes solicitaram um ônibus para o transporte. Os agentes que estavam de folga, alegaram não ter dinheiro para pagar a passagem até o local do treinamento.   

Desde o final da semana passada, a categoria vem sinalizando que está encontrando dificuldades para chegar aos postos de trabalho, já que estão sem condições financeiras arcar com os custos de deslocamento. Na quarta-feira passada (22), pedidos de ajuda em forma de ofícios chegaram a gabinetes de comandantes do Corpo de Bombeiros. Os documentos indicavam o cenário crítico que estava se delineando para os próximos dias. Na sexta (24), um grupo de bombeiros caminhava pela Estrada do Catonho, em Jacarepaguá, na zona Oeste, tentando chegar nas suas unidades de trabalho.

Nesta quarta (29), um homem segurava uma faixa às margens da Linha Vermelha, na altura da Zona Norte, com os dizeres "Os Bombeiros pedem socorro. Estamos sendo massacrados. Estamos passando por caloteiros. Temos contas para pagar".

>> Com salários atrasados, bombeiros se recusam a participar de treinamento no Rio

Bombeiro reclama da falta de pagamento
Homem reclama da situação do estado em faixa na Linha Vermelha. Foto: Reprodução Internet

Nenhum comentário:

Postar um comentário