sexta-feira, 24 de junho de 2016

Sem a segunda parcela dos salários, bombeiros caminham até os postos de trabalho

Na manhã desta sexta-feira (24/6) uma cena presenciada em abril, quando o governo do Estado do Rio deixou de pagar o seu funcionalismo, voltou a acontecer. Sem dinheiro para pagar a passagem até os seus grupamentos, bombeiros seguiram a pé para o trabalho. O fato, registrado na Estrada do Catonho, em Jacarepaguá, zona Oeste da cidade, expõe o drama da categoria, que sofre com o atraso no pagamento salarial. 


Bombeiros, sem dinheiro para a passagem, caminham na Estrada do Catonho em direção aos seus grupamentos. Foto: SOS BombeirosRJ

Os bombeiros informaram desde o início desta semana aos seus comandos da dificuldade financeira para o deslocamento das suas residências até os seus postos de trabalho. Na quarta (22), pedidos de ajuda em forma de ofícios começaram a surgir nos gabinetes dos comandantes do Corpo de Bombeiros. Em alguns casos, os oficiais enviaram viaturas para buscar os servidores que residem próximo aos quartéis, para evitar uma queda no efetivo. 


Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário