quinta-feira, 16 de junho de 2016

Segunda parcela do salário de maio dos servidores estaduais deve sair somente em 13 de julho, diz fonte


Em meio aos protestos do funcionalismo público em torno do parcelamento dos salários dos servidores do Estado, o governo do Rio deve anunciar nos próximos dias que a segunda parcela dos benefícios, referente a maio, está planejada para o dia 13 de julho. A notícia deve acirrar ainda mais os ânimos dos servidores, já insatisfeitos com os sucessivos adiamentos do calendário salarial. As informações são de fontes ligadas ao Executivo estadual.
 
Desde a última sexta-feira (10), quando o governador em exercício Francisco Dornelles (PP) anunciou que os salários dos profissionais da rede seriam parcelados, diversas categorias têm realizado, diariamente, protestos no Centro do Rio contra a medida do Executivo. A decisão determina que todos os funcionários da ativa e aposentados receberiam em duas parcelas: R$ 1 mil mais a metade do restante do valor correspondente a seu salário integral. Para facilitar a compreensão, vamos dar um exemplo. Se o servidor ganha R$ 3 mil por mês, em junho ele receberá R$ 1 mil mais outros R$ 1 mil (que correspondem à metade do valor restante). 

Na terça-feira (14), foi depositada a primeira parte do pagamento do funcionalismo estadual, no entanto, o governo não se pronunciou até o momento quanto a data referente ao depósito da segunda parcela. 


Bombeiros e PMs fazem manifestação no Centro. Foto: Ascom vereador Marcio Garcia

4 comentários:

  1. IMPEACHEMNT JÁ!!!
    INTERVENÇÃO JÁ!!!
    QUALQUER COISA PARA TIRAR O PMDB DO GOVERNO, INCLUSIVE O PRESIDENTE DA ALERJ QUE ESTÁ CONIVENTE COM ESSA SACANAGEM TODA. ACORDEM MUSPE VAMOS AGIR IMEDIATAMENTE!!!!

    ResponderExcluir
  2. INACREDITÁVEL, OS DESGOVERNANTES DO ESTADO DO RJ, DEIXAREM OS SERVIDORES SEM SEUS MÍSEROS SALÁRIOS !!! A ALTA CÚPULA DO GOVERNO, JÁ RECEBEU INTEGRALMENTE, SEUS ALTOS SALÁRIOS, EM 31 DE MAIO !!!

    ResponderExcluir
  3. Horrível esse descaso com o servidor.

    ResponderExcluir
  4. Impeachement é pouco, cadeia neles....

    ResponderExcluir