quinta-feira, 16 de junho de 2016

Rio tem novos protestos contra o governo e o parcelamento salarial

Mais um dia de protestos no Centro do Rio de Janeiro, contra o parcelamento salarial do funcionalismo estadual promovido pelo governo do Estado. Os profissionais da Educação se uniram na tarde desta quinta-feira (16/6) na Candelária, após a realização de uma assembleia da categoria, que aconteceu pela manhã. No encontro, os educadores resolveram manter a greve iniciada há três meses. 

Por volta das 16 horas, teve início um ato com a participação de representantes de diversas classes, que ocupou uma faixa da Avenida Presidente Vargas, sentido Candelária, também no Centro.   

>> Professores em greve e alunos do RJ fazem manifestação no Centro

>> Após parcelar salários dos servidores, governo do Rio confirma repasse de R$ 989 mi da União para obras das Olimpíadas

Ato reuniu várias categorias na Central do Brasil. Foto: Reprodução G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário