sábado, 4 de junho de 2016

Rio passado a limpo: MPF pede condenação de ex-presidente da Eletronuclear

Com o pedido de condenação feito pelo Ministério Público Federal  a Justiça, tendo como alvo o ex-presidente da Eletronuclear Othon Luiz Pinheiro, além do ex-presidente da empreiteira Andrade Gutierrez, Otávio Marques, um sócio da Engevix, José Antunes, e outros 11 réus indiciados pelos crimes de lavagem de dinheiro, corrupção e evasão de divisas, voltam as suspeitas em torno da gestão do ex-governador Sergio Cabral. Pelo menos uma empresa do consórcio Angeamon tinha uma relação estreita com Cabral, de acordo com as investigações.

As apurações do MPF indicam  para a restrição à concorrência entre as empresas interessadas em executar as obras da Usina Angra 3, por parte Eletronuclear, levando o Consórcio Angramon a sair vencedor.

Leia a reportagem'
MPF pede à Justiça condenação do ex-presidente da Eletronuclear

Nenhum comentário:

Postar um comentário