terça-feira, 7 de junho de 2016

Corrupção olímpica: Complexo Deodoro na mira da PF e asfalto no Joá denuncia qualidade de material

Com a proximidade dos jogos olímpicos no Rio de Janeiro, casos de corrupção e má gestão das verbas públicas não param de vir à tona. Nesta terça-feira (7/6) duas notícias revelam os bastidores "suspeitos" dos contratos entre a esfera pública e empreiteiras, para execução das obras ligadas às Olimpíadas. A Polícia Federal realizou nesta manhã a operação Bota Fora, em parceria com Ministério Público Federal e Receita Federal, e cumpriu oito mandados de busca e apreensão em inquérito que apura indícios de fraude milionária nas intervenções do Complexo de Deodoro. 
Força-tarefa vai investigar contratos do Complexo Deodoro. Reprodução TV


As investigações apontam para prejuízos que podem chegar a R$ 85 milhões aos cofres públicos. Em outro ponto da cidade, no recém inaugurado Elevado do Joá, na Zona Sul, buracos no asfalto demostram a qualidade do material utilizado nas obras prometidas como legado dos jogos. 

No caso do complexo olímpico, as investigações apontam indícios de irregularidade nos contratos de transporte e descarte de entulho. Uma empresa "laranja" estaria simulando o transporte que na verdade não acontecia, com gastos superfaturados de cerca de R$ 147 milhões. O material estaria sendo levado para outros empreendimentos, já que tem alto valor de mercado. 


>> PF cumpre mandado judicial e apura fraude no Complexo de Deodoro, Rio

Após dez dias da inauguração do Elevado do Joá, buracos aparecem no novo asfalto. Foto: Reprodução TV 
No novo Elevado do Joá, mais flagrantes outro derrame de verbas públicas. A estrada inaugurada a cerca de 10 dias já está com buracos. O asfalto apresenta danos visíveis aos motoristas, na entrada do primeiro túnel, no segundo túnel e entre as galerias.  

>> Inaugurado em maio, Novo Elevado do Joá já tem buracos no asfalto

“A cidade tomada por obras têm provocado um transtorno enorme para a população, com muitos impactos para o meio ambiente, inclusive. No entanto, quando chega algum ônus vem acompanhado de superfaturamento e má gestão”, observa o vereador Marcio Garcia, que tem chamado a atenção da opinião pública quanto o compromisso com os legados prometidos pelo governo e que não estão sendo apresentados de forma satisfatória.

Já o VLT...No primeiro dia útil de funcionamento do tão anunciado bonde, a composição teve uma pane elétrica e deixou os passageiros a ver navio, ou melhor, avião, pois o enguiço aconteceu bem próximo ao ponto final, no Aeroporto Santos Dumont.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário