segunda-feira, 20 de junho de 2016

Após reportagens, Dornelles cancela compra de R$ 361 mil em 'alimentos nobres' para o Guanabara

Em tempos de crise, quem compraria peixes e carnes nobres, cujos quilos custam acima de R$ 80? O Governo do Rio, que na última sexta-feira (17/6) decretou estado de calamidade pública. De acordo com reportagens publicadas nesta segunda (20), o Executivo estadual, que ainda está atrasado com o pagamento salarial dos seus servidores, manteve licitações de até R$ 361 mil com compra de alimentos para o Palácio Guanabara. No entanto, após as denúncias pela imprensa, o governador em exercício Francisco Dornelles (PP) cancelou a compra que seria efetuada nesta terça (21).  
Na singela lista de produtos alimentícios, peixes, cherne, robalo e salmão com valores estimados em 82, 63 e 41 reais o quilo. O lote total de pescados, que inclui seis tipos de peixe, sai por quase R$ 33 mil.Tem ainda as carnes vermelhas, entre elas filé mignon e picanha, que somam 360 quilos, quase metade da quantidade total, que inclui também alcatra e carne seca. 

Peixes nobres no cardápio do Guanabara. Foto: Reprodução TV

O governo justifica as despesas: "atender às necessidades" dos gabinetes do governador em exercício Francisco Dornelles e dos secretários que trabalham no Palácio Guanabara, além de autoridades recebidas por eles.

>> Mesmo após decretar estado de calamidade, governo do Rio mantém licitação de R$ 361 mil para a compra de alimentos para o Palácio Guanabara


Um comentário:

  1. IMPEACHEMNT JÁ!!!
    INTERVENÇÃO JÁ!!!
    QUALQUER COISA PARA TIRAR O PMDB DO GOVERNO, INCLUSIVE O PRESIDENTE DA ALERJ QUE ESTÁ CONIVENTE COM ESSA SACANAGEM TODA. ACORDEM MUSPE VAMOS AGIR IMEDIATAMENTE!!!!

    ResponderExcluir