segunda-feira, 30 de maio de 2016

Números do ISP "mascaram" realidade de roubos de veículos no Rio

Uma avaliação mais aprofundada dos números apresentados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) sobre o tópico "roubo de veículos" levanta nova polêmica acerca da real situação da criminalidade no Rio de Janeiro. A reportagem destaca que a quantidade de carros roubados no estado é maior que a divulgada pelo ISP. A redução deste tipo de crime está incluído no sistema de metas dos agentes públicos, interferindo, então, na avaliação dos batalhões e delegacias distritais e, na sequência, nas gratificações dos agentes.  
Reprodução Jornal O Dia

De acordo com a publicação, o critério usado para tipificar o crime "mascara estatísticas pelo fato de em muitas ocorrências ser levada em conta a intenção de criminosos usarem o veículo roubado em outros crimes". A ocorrência, ao invés de ser registrada como “roubo de veículo”, é classificada e contabilizada posteriormente como “roubos outros”. Foi seguindo este critério que 717 veículos roubados entre janeiro e abril deste ano aparecem no estudo do ISP em outras categorias de crimes. 

Veja a reportagem na íntegra:

Estatísticas de roubos de veículos não refletem realidade no estado

Nenhum comentário:

Postar um comentário