quarta-feira, 25 de maio de 2016

Justiça do Rio dá parecer favorável a presidência da Câmara e derruba CPI das Olimpíadas

Uma decisão da 9a. Vara Cível do Rio, anunciada na tarde desta quarta-feira (25/5) acatou o pedido do presidente da Câmara de Vereadores, Jorge Felipe (PMDB) de suspender as atividades da CPI das Olimpíadas na Casa. Esta é quarta tentativa de obstruir os trabalhos da bancada de oposição ao governo que pretende investigar as relação das empreiteiras que estão atuando em obras para os jogos olímpicos na cidade e que doaram para a campanha do prefeito Eduardo Paes (PMDB). 

A instalação da CPI na Câmara já se arrasta há dois meses. Nesta terça (24) foi publicado no Diário Oficial da Câmara a decisão judicial da 7ª Vara de Fazenda Pública, que decide restabelecer o funcionamento e dar prossecução regimental aos trabalhos de sindicância. Na gangorra do autorizar e derrubar com o suporte da Justiça, as atividades da CPI nem conseguiram engrenar antes da recesso de Corpus Christi, como pretendia os vereadores a favor da sindicância. O autor do pedido de investigação, o vereador Jefferson Moura (REDE), já anunciou que vai recorrer novamente.
Vereador Marcio Garcia questiona também as obras do legado dos jogos olímpicos, que estão paradas em diversos pontos da cidade, como na comunidade da Rocinha

Nenhum comentário:

Postar um comentário