terça-feira, 26 de abril de 2016

Indígenas urbanos encerram homenagens com dia ao ar livre para relembrar raízes


O desafio de ser índio e tentar manter as suas raízes acesas em uma grande metrópole deu lugar neste domingo (24/4) à liberdade de expressão e cultural no Parque Lage, no Jardim Botânico, na zona Sul do Rio. As atividades de encerramento na longa programação que homenageou o Dia do Índio - 19 de abril - teve direito a tudo para a comunidade, dança, música, poucas roupas e muito acessórios indígenas, fogo para rituais e uma rica lição cultural e de resistência.     

E resistir em meio a toneladas de asfalto não é nada fácil para a comunidade, que aproveitou a semana comemorativa para revelar desejos de um futuro com menos preconceito, com mais condições de vida e respeito ao próximo, independente de etnia. Atualmente, o Brasil tem cerca de 800 mil indígenas, de acordo com o censo de 2010, do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Cerca de 38,5% deste contingente vive nas grandes cidades. 






Encerramento das atividades comemorativas dos indígenas no Parque Lage. Fotos: Associação Indígena Aldeia Maracanã / Divulgação 
















Nenhum comentário:

Postar um comentário