sexta-feira, 8 de abril de 2016

Caminhada vai homenagear bombeiro na Ilha do Governador

Reprodução
Em homenagem e apoio ao cabo do Corpo de Bombeiros Altamir Rodrigues da Cruz Junior, que nesta quinta-feira (7/4) caminhou mais de 16 km da Ilha do Governador, na zona Norte do Rio, até o entorno da Ponte Rio-Niterói, na zona Portuária, tendo como destino o quartel da região Metropolitana, um grupo de bombeiros, amigos e representantes da sociedade civil vão participar de uma marcha por cerca de 4 km, na manhã deste sábado (9). A concentração será em frente ao quartel da corporação na Ilha do Governador, seguindo em direção ao Hospital do Fundão.



Após o episódio, que teve destaque na mídia, o Corpo de Bombeiros emitiu nota afirmando que "o militar tem o direito de deslocar-se a pé, desde que o faça sem colocar em risco outras pessoas ou a si mesmo". Cruz foi resgatado por uma viatura da corporação antes de acessar a Ponte e levado para o quartel de Niterói, onde participou de um curso de aperfeiçoamento. Um dia antes, o cabo havia avisado o comando do seu quartel que não tinha condições de arcar com o seu deslocamento até a unidade de Niterói. No entanto, a sua convocação foi compulsória. 

Na mesma nota, o Corpo de Bombeiros informou que é solidário "com a dificuldade que o atraso do pagamento acarreta aos militares, entretanto, isso não isenta os mesmos de arcarem com os custos para deslocarem-se até a unidade onde estão de serviço, especialmente devido à vital importância dos serviços prestados pelo Corpo de Bombeiros à sociedade". Os servidores da corporação recebem um benefício no valor de R$ 100 mensal para os gastos com passagens em serviço. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário