terça-feira, 22 de março de 2016

Rio de Paz diz que não irá recuar nas ações da ONG

No dia seguinte ao ataque ao espaço Rio de Música, pertencente à ONG Rio de Paz, os coordenadores do grupo dizem que não vão recuar no trabalho que realizam. O espaço, inaugurado no último sábado na comunidade do Jacarezinho, Zona Norte da capital fluminense, foi atingido por mais de 40 tiros na segunda feira. Segundo informações, o ataque se deu em meio a uma troca de tiros entre traficantes e policiais.

De acordo com o diretor da ONG Rio de Paz, Antônio Carlos Castro, não haverá recuo nas ações do grupo na localidade. “Alguns voluntários estão apreensivos, mas não sairemos do local”. As crianças teriam a primeira aula na sede do Rio de Música na manhã de segunda-feira.


O vereador Márcio Garcia (REDE) lamentou o ataque: “O Rio de Paz é uma instituição que sempre está presente nos momentos mais delicados quando o assunto é segurança pública. É um absurdo que tenha acontecido um fato desta natureza. É um grupo que sempre lutou, da forma mais digna possível, pela paz e pela Justiça no Rio”. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário