segunda-feira, 21 de março de 2016

Policiais perdem gratificações com aumento da criminalidade

Deu no Extra. O aumento nos índices de criminalidade no Estado e, principalmente, na capital fluminense penaliza a população e também os policiais. Segundo reportagem do jornal, os indicadores dos dois primeiros meses do ano já foram suficientes para tirar a gratificação de policiais de 37 das 39 Áreas Integradas de Segurança Pública, as Aisps.

Para receberem a gratificação, que pode chegar a R$ 3 mil, os profissionais de segurança pública têm que bater metas estipuladas pelo Estado em três indicadores: roubos de rua, letalidade violenta e roubos de veículos. Para se ter ideia, em 16 regiões não foi possível bater a meta levando em conta, sequer, um dos três indicadores.


“O indicador responsável por derrubar a maior parte das gratificações foi justamente o roubo de rua: 35 das 39 Aisps não bateram a meta estipulada para o crime. Em seis das áreas, a quantidade de roubos foi superior ao dobro da meta”, cita trecho da reportagem.
Criminalidade cresce, infraestrutura despenca e PMs ficam sem gratificação. Foto: Fernando Frazão/ AgBr

Nenhum comentário:

Postar um comentário