terça-feira, 29 de março de 2016

PMs reclamam falta de viaturas para levá-los até postos fixos de policiamento

A semana tem início no portal com mais reclamações encaminhadas por policiais militares insatisfeitos com as precárias condições de trabalho. Desta vez a queixa diz respeito ao translado das viaturas que buscam os PMs nas ruas, no fim do expediente, para levá-los até o batalhão, onde prestam continência para deixar o plantão.

Segundo os policiais, sem verba para abastecer as viaturas, muitas delas foram tiradas de circulação e os policiais ficam por horas aguardando o transporte nos seus postos externos de trabalho para retornar ao quartel. "Ficamos lá [nos pontos fixos de policiamento nas ruas] sem banheiro próximo. E indo até o local estipulado com veículo particular, pois não tem viatura para levar ou buscar no posto. Às vezes a demora para ser substituído chega a quase três horas", reclama um PM. "Indo de carro, você garante chegar e sair no horário. Contudo, é mais arriscado e dispendioso para quem já não está recebendo o seu salário em dia", desabafa ele.
Falta viaturas em policiamento no RJ. Foto: Agência Brasil

O vereador Marcio Garcia (Rede) lembra que o regimento interno da corporação, assim como acontece no Corpo de Bombeiros, garante o direito a transporte por conta do Estado para o policial em serviço, quando o servidor tiver de efetuar deslocamento fora da sede. O artigo 40 do regimento militar ainda prevê - "Quando o transporte não for realizado pelo Estado, o PM ou BM será indenizado da quantia correspondente às despesas decorrentes do direito a que se refere esta Seção, obedecidos os limites estabelecidos pelo Poder Executivo". 

"Além dessa norma [se referindo ao artigo 40] a Polícia Militar tem publicação em Boletim ostensivo que determina o deslocamento através de viaturas da corporação. É um absurdo e muito perigo o policial utilizar o seu veículo para este tipo de atividade, levando em conta o policiamento em áreas de risco", destaca Garcia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário