segunda-feira, 14 de março de 2016

Fim de semana violento no Rio: quatro PMs mortos em menos de 48 horas

Sargento da PM Vinícius Moreira Eduardo


O Rio teve um fim de semana violento com os registros de quatro policiais militares assassinados em apenas 48 horas. Segundo as estatísticas oficiais, o número de PMs assassinados este ano já chega a 19 e 78 agentes foram baleados em pontos diferentes do Estado. A última vítima foi o sargento Vinícius Moreira Eduardo, de 38 anos, morto na madrugada desta segunda-feira (14/3) enquanto fazia um patrulhamento em uma comunidade de Belford Roxo, na Baixada Fluminense. 

soldado Raphael Nogueira Gama Gomes, de 34 anos, foi assassinado no domingo (13), no Santo Cristo, na Zona Portuária. No mesmo dia, o sargento reformado da PM Raimundo Pacheco de Oliveira foi atingido por um tiro na cabeça em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, e não resistiu. No sábado (12), o sargento Marcelo Oliveira Tostes, de 45 anos, foi baleado em Muriqui, região da Costa Verde, em uma tentativa de assalto. 

O aumento alarmante dos casos de violência na "Cidade Olímpica", em uma rápida análise, reflete o abandono do poder público e a grave crise em que os Estado está mergulhada. O governo tem o dever de lançar um conjunto de ações para conter a criminalidade, no entanto, continua a assistir este cenário de guerra sem nada fazer, sem uma política de segurança eficiente, consequentemente, deixando a população em risco.  

Os dados divulgados demonstram o alto nível de risco ao qual os agentes da lei no Rio estão expostos, seja durante o serviço ou em seus locais de moradia, especialmente em áreas de risco. Basta observar as estatísticas de baixas nos quadros das policias civil e militar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário