quinta-feira, 10 de março de 2016

Crise no RJ: Sindicato dos servidores do sistema penal emite nota de "indignação" por atraso salarial

O anúncio feito pelo governo do Rio de Janeiro de mais uma mudança no calendário de pagamento dos servidores estaduais para o décimo dia útil do mês desencadeou uma série de manifestações e notas de repúdio das entidades de classe. Nesta quarta-feira (9/3), o Sindicato dos Servidores do Sistema Penal do Estado do Rio de Janeiro (SSSP-RJ) divulgou uma nota de "indignação" com o quadro de "total insensibilidade do Governo do Estado para cumprir suas responsabilidades com os servidores".

Manifestação dos servidores estaduais na Alerj, na semana passada
A entidade afirmou que antes de deflagrar qualquer possível movimento, vai discutir com a categoria a situação dos atrasos salariais. "Entendemos que a nossa função tem especificidades que nos colocam sobre maiores responsabilidades e, por essa razão, não agiremos precipitadamente no calor das emoções", diz a nota, destacando ainda que o sindicato vai tratar o assunto com a "responsabilidade que exige". A entidade reafirma que está participando das negociações lideradas pelo Movimento Unificado dos Servidores Públicos (Muspe) junto às autoridades na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) e com o governo do Estado. 


"Inclusive o Governo recuou na proposta da PL 18/2016 que estabelece o aumento da contribuição previdenciária de 11% para 14% e congela salários por no mínimo 05 anos. Continuamos no MUSPE com as pautas comuns aos Servidores, tais como: o retorno do calendário de pagamento e reposição da perda inflacionária", salienta os representantes do sindicato. Veja abaixo a nota ofical:

NOTA OFICIAL 

A Diretoria do Sindicato dos Servidores do Sistema Penal do Estado do Rio de Janeiro (SSSP-RJ) vem tornar público à categoria, e a quem possa interessar que: a nota veiculada nas redes sociais com proposição de “Operação Padrão” nas Unidades Prisionais do Estado não partiu desta Entidade Sindical, única e legítima representante dos Servidores Penitenciários.
Temos a convicção que o momento pelo qual passa a categoria é de desestímulo e aflição diante da total falta de responsabilidade do Governo, principalmente quanto ao cumprimento de suas obrigações pecuniárias para com os servidores.
Contudo, queremos deixar claro que estamos trabalhando conjuntamente com outras Categorias para que possamos sustar tais ações nefastas à vida financeira de todos. Certos de que o momento é de lucidez e responsabilidade, pedimos a todos que, verdadeiramente, entendem o caráter do que seja representar uma Categoria, reflitam sobre o que alguns propõem sem a devida preocupação com as consequências de seus atos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário