sexta-feira, 11 de março de 2016

Crise no RJ: PMs motoristas de oficiais retornam aos batalhões

O governador do Rio de Janeiro Luiz Fernando Pezão (PMDB), confirmou na manhã desta sexta-feira (11/3), em entrevista a Rádio Tupi, que 300 policiais militares foram deslocados das suas funções para atuarem como motoristas de oficiais. "Fiz um ofício a todos os órgãos que demandam policiais, a todos os poderes, pedindo devolução de 30% desdes policiais para os seus batalhões", disse Pezão ao ser questionado sobre o assunto. Segundo o chefe do Executivo, este deslocamento já vem ocorrendo há muito tempo, mas agora o governo decretou o retorno dos PMs aos seus postos nos batalhões.

Pezão garantiu também que o pagamento do funcionalismo estadual será efetuado nesta sexta (11), no decorrer do dia. Com relação à crise que atinge todos os setores, o governador alegou que há recursos a receber de muitas empresas e "está sendo normalizado [o quadro de crise financeira do Rio]".
Governador do Rio Luiz Fernando Pezão. Foto: Shana Reis/ Governo do RJ

Um comentário:

  1. E os milhares que estão à disposição de outros órgãos, como ALERJ, Justiça etc.?

    ResponderExcluir