terça-feira, 22 de março de 2016

Concursados da GM anunciam protesto para esta quarta

Um grupo formado por cerca de150 concursados da Guarda Municipal do Rio organiza para esta quarta-feira (23/3) uma manifestação na frente da prefeitura, na Cidade Nova. A pauta do ato reivindica a  convocação imediata dos aprovados no concurso realizado em 2012 e que até o momento não não teve a fase de testes concluída pela prefeitura.

Em agosto do ano passado, os concursados estiveram reunidos com o vereador Marcio Garcia (Rede) para entregar um dossiê enumerando possíveis ações do poder Executivo que ferem o edital do exame. Segundo o grupo, em 2013 cerca de 370 dos dois mil candidatos aprovados foram convocados para a quarta fase de contratação, que incluía as avaliações documentais e sociais, no entanto, o processo de contratação foi paralisado pela Coordenadoria de Planejamento e Desenvolvimento Social da GM.

Uma Comissão Especial, presidida pelo vereador Marcio Garcia, foi criada na Câmara para acompanhar a causa dos concursados da GM e abrir um canal de negociação com o poder executivo.

Felipe Bastos, um dos representantes dos concursados, conta que o prefeito Eduardo Paes foi procurado diversas vezes por eles e havia prometido uma reunião de negociação na semana passada, no dia em que vazou um áudio da Operação Lava Jato envolvendo o nome de Paes e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O encontro foi desmarcado pela assessoria do prefeito.

"O ato de amanhã é para pressionar a abertura de diálogo com o Executivo. Estamos aguardando por um retorno há muito tempo", comenta Bastos. O protesto está marcado para o horário do rush e a prefeitura fica localizada em uma das principais vias de acesso ao Centro. "É um ato pacífico e não temos intenção de interferir no trânsito, mas precisamos que o Prefeito Eduardo Paes nos receba e nos dê uma posição concreta em relação ao início do Curso de Formação", conta Bastos.
O protesto está agendado para a partir das 9 horas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário