terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Em crise, governo do Rio anuncia licitação milionária para compra de brindes

O governo do Rio de Janeiro vem, reiteradamente, justificando uma série de cortes no seu orçamento de 2016 e alegando que as medidas são para tentar equilibrar as contas do estado. Nem as pastas prioritárias, como saúde, educação e segurança pública, escaparam das canetadas do governador Luiz Fernando Pezão. No entanto, uma publicação nesta segunda-feira (22/2) no Diário Oficial do Estado revela gastos superiores a R$ 1,6 milhões com brindes.
Reprodução Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro



O anúncio da Coordenação de Licitações do processo de número E08/7000/2012 informa que a abertura das propostas deve ocorrer no dia 3 de março de 2016 e que a empresa ganhadora deve produzir os produtos dentro de especificações. O governador Pezão vem recebendo duras críticas dos servidores do Estado por atrasos nos salários e corte em benefícios trabalhistas. No início deste mês, Pezão apresentou na Assembléia Legislativa do Rio (Alerj), na cerimônia de abertura do ano legislativo, um pacote de medidas caracterizado pelos cortes e outras ações "para tentar reverter a crise financeira". A oposição na Casa levantou cartazes de reprovação ao pacote e com cobranças de investimentos prometidos. 

Na semana seguinte, os servidores da rede que sofrem com os atrasos salariais e o parcelamento do décimo terceiro, além do sucateamento dos órgãos públicos, fizeram uma manifestação contra as medidas, caminhando da Alerj, passando por diversas vias do Centro, até a Câmara Municipal. A classe pretende fazer pressão para que os deputados de oposição consigam impedir aumentos como do Bilhete Único e da contribuição previdenciária, que pode passar de 11% para até 14%, com base na proposta do governo.   

2 comentários:

  1. PARABÉNS VEREADOR MARCIO GARCIA POR DIVULGAR.

    ResponderExcluir
  2. Márcio, pode me dizer qual é a página do diário oficial?

    ResponderExcluir