terça-feira, 19 de janeiro de 2016

"Tolerância zero": servidores da segurança estudam greve para fevereiro

Os servidores da segurança pública no Rio devem aproveitar o ato organizado por movimentos sociais, marcado para o dia três de fevereiro, nas escadarias da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), para avaliar uma greve geral. A informação foi passada por um grupo de militares que confirmaram participação no ato. Segundo eles, será adotado a partir do próximo mês o que estão chamando de "tolerância zero", com referência aos atrasos nos salários dos militares e falência do setor no Estado.

Um comentário: