quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Disque-Denúncia divulga cartaz do suspeito de assassinar PM no Jacarezinho

O Portal dos Procurados, do Disque-Denúncia, divulga nesta quinta (14/01) o cartaz com a foto de Carlos André da Conceição, mais conhecido como Mãozinha. O homem é suspeito de assassinar o policial militar Rodrigo Ribeiro Pinto, de 34 anos, que era lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) no Jacaré, na Zona Norte da cidade. O crime aconteceu no dia 30 de novembro, durante uma troca de tiros entre policiais e traficantes, na localidade conhecida como Talibã, no Jacarezinho.  

Segundo informações da Coordenadoria das UPPs, os policiais da unidade estavam fazendo um patrulhamento de rotina quando um grupo de homens armados atirou contra os agentes. O soldado foi atingido e levado para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, também na zona Norte, mas não resistiu aos ferimentos. Rodrigo Ribeiro Pinto estava na corporação desde 2013, era solteiro e não tinha filhos.

As investigações da polícia apontam que Carlos André integra o tráfico de drogas no Jacarezinho, controlado pelo traficante Thomás Bruno Santos, conhecido como Mongol. A 4ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) emitiu em dezembro um mandado de prisão temporária do acusado, pelo crime de homicídio. Ele também possui anotações criminais por resistência,  lesão corporal, associação para o tráfico, ameaça, dano em viatura oficial, entre outros. 

Todas as informações a respeito do criminoso estão sendo encaminhadas para Delegacia de Homicídios (DH) da Capital, responsável pela investigação do caso. O Disque-Denúncia orienta que as pessoas que tiverem informações sobre o acusado podem denunciar,  enviando uma mensagem de texto pelo Whatsapp (21) 96802-1650, ou para a própria central do órgão: (21) 2253-1177. A entidade garante o anonimato do denunciante. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário