terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Bombeiros e funcionalismo estadual ocupam Alerj nesta terça

Cerca de 800 pessoas lotam escadarias em ato contra atraso salarial e veto do governo


A manifestação dos servidores do Estado do Rio de Janeiro e dos Bombeiros teve início agora há pouco nas escadarias da Assembléia Legislativa do Rio (Alerj), com a participação inicial de cerca de 800 pessoas. As categorias protestam contra o atraso no pagamento do salário do mês de dezembro e o parcelamento do décimo terceiro.


No caso dos bombeiros, o ato tem um motivo a mais, além da questão salarial. Eles lutam pela derrubada do veto do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) ao Projeto de Lei 262/2015, que altera de 12 para seis anos o interstício da primeira promoção por tempo de serviço dos militares da saúde.

A matéria deve ser colocada em pauta na tarde desta terça-feira (8/12). Desde cedo, o vereador Marcio Garcia (Rede) tenta sensibilizar os deputados em favor da causa dos bombeiros. 

Por volta das 15h30, a entrada dos bombeiros foi liberada para ocupar as galerias da Casa e acompanhar a votação. 
A liberação partiu do presidente da Alerj, Jorge Picciani(PMDB), acolhendo o pedido do vereador Marcio Garcia.

Segundo Garcia, a partir das discussões com os deputados, nesta manhã, é possível arriscar uma tendência de votação favorável aos bombeiros. O parlamentar estima que mais de 70% dos deputados devem se posicionar contra o veto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário