segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Estado deixa de pagar e ambulâncias ficam inoperantes

Uma reportagem do Jornal O Globo, neste fim de semana, denunciou as condições precárias em que sobrevive o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), um dos prioritários do Estado. Segundo a publicação, a crise financeira estadual levou aos veículos do sistema, desde o dia 18 de novembro, a serem encostados por falta de manutenção. A empresa que presta o serviço, a Peça Oil, não está recendo da Secretaria de Defesa Civil. O jornal destaca ainda que o mesmo acontece com as ambulâncias que prestam atendimento às Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs). No geral, são 146 veículos sem reparo no Estado.

Veja aqui a reportagem na íntegra


O vereador Marcio Garcia prevê, nesta mesma reportagem, que quando não há manutenção de um serviço essencial, cai o número de veículos inoperantes. E como efeito dominó, o número de reclamações serão crescentes em todo o Estado.

Na análise do parlamentar, "a prefeitura do Rio precisa, urgentemente, assumir o Samu e liberar o Corpo de Bombeiros para fazer o seu trabalho".

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Bombeiros fazem mobilização em favor da reestruturação da carreira

Um grupo com quase 90 bombeiros militares se reuniu na tarde desta quarta-feira (25/11) no auditório da Câmara Municipal do Rio. No centro das discussões estava a reestruturação da carreira. Os bombeiros reivindicam que os cursos de formação e aperfeiçoamento – exigido para a continuidade na carreira – sejam realizados anualmente, garantindo a realização de concurso anual para soldados e a progressão gradativa desses ao longo do tempo, possibilitando o acesso até o último posto (Coronel).

 “A forma irregular que vem acontecendo estes cursos, há cada três ou quatro anos, dá ao bombeiro uma sensação de estagnação na carreira. Ele vislumbra postos mais altos, mas não tem condições de chegar lá sem a oportunidade de realizar os cursos”, explica o vereador Marcio Garcia (Rede/RJ), que participou do encontro com a classe. Da reunião saiu uma agenda enumerando medidas e sugestões para reverter o quadro de estagnação. O material será encaminhado pelo vereador ao comandante-Geral do CBMERJ, coronel Ronaldo Jorge de Alcântara, nos próximos dias.


Em um encontro realizado na Assembleia Legislativa (Alerj) no dia 10 de novembro entre a categoria, o Comando da corporação e deputados, foi aprovada uma negociação que reduz o interstício de 12 para seis anos para a promoção ao posto de Sargento do bombeiro da área de saúde. A regulamentação dos novos interstícios será feita por decreto. O vereador Marcio Garcia participou do encontro e destaca um novo contorno da mobilização dos bombeiros. “É muito importante manter um canal de diálogo com o governo e acreditamos que como nossa proposta não envolve investimento financeiro, tenho certeza de que podemos sensibilizar o governo a rever questões pontuais que representariam grandes avanços para a categoria. Estamos sensíveis à crise econômica e as dificuldades do governo estadual, no entanto, a nossa pauta também é urgente. A nossa intenção é encontrar uma saída que favoreça os dois lados, categoria e poder público.”, diz o parlamentar.  

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Vereador Marcio Garcia faz ação de conscientização no camelódromo do Rio: evitar novas tragédias

Com o intuito de evitar incêndios e outras tragédias causadas por instalações irregulares em estabelecimentos comerciais do Mercado Popular, na Rua da Uruguaiana, no Centro do Rio, o vereador Marcio Garcia (Rede/RJ) promoveu nesta segunda-feira (23/11) uma panfletagem na região, alertando os lojistas dos riscos de utilizar os conhecidos "gatos" na rede elétrica. Garcia é presidente da Comissão de Defesa Civil da Câmara Municipal e acredita que a ferramenta pública pode evitar muitos acidentes graves, como o ocorrido em maio, que teve início na Rua da Alfândega e atingiu várias lojas.

As denúncias já podem ser feitas através de um número telefônico -  (21) 3814-2604  - que cai em uma central de atendimento no próprio gabinete do parlamentar. Os casos relatados pela população são investigados junto aos organismos competentes.


O material distribuído aos lojistas procura conscientizar quanto às irregularidades como estabelecimento que está funcionando com certificado do Corpo de Bombeiros vencido, lojas que não possuem extintor de incêndio ou um sistema preventivo de incêndio, e com local de armazenamento de insumos inadequado, entre outras situações que representam riscos.

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Viaturas de socorro podem circular nas faixas de BRS e BRT

Estimulado por bombeiros do quartel de Jacarepaguá, que acertadamente sugeriram que a utilização dos corredores exclusivos (BRT e BRS) pelas viaturas de socorro poderiam salvar vidas, apresentei um projeto de lei e uma indicação legislativa com esta finalidade.

Para minha surpresa, o Sr. Marcelo Garcia de Jesus, coordenador de regulamentação e infrações viárias, nos autos do processo 01/005.429/2015, declarou que as viaturas do Corpo de Bombeiros estão autorizadas a circular nas vias exclusivas (BRS e BRT), desde que devidamente sinalizada e em serviço de urgência.

Sendo assim, usem e abusem dos corredores exclusivos da nossa cidade. A cópia do processo está à disposição no gabinete. Grande abraço.

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Atuação dos Bombeiros de Minas Gerais é destacada na imprensa nacional

Na quinta-feira (5/11/2015) um verdadeiro tsunami de lama invadiu o pitoresco e simpático distrito de Bento Rodrigues (MG) após o rompimento da barragem da mineradora Samarco.

Num cenário de caos, um desastre que continua computando vítimas, danos e prejuízos ambientais e sociais, a atuação heróica dos Bombeiros traz um tom de esperança e alívio para os que tiveram a vida atropelada pelo desastre.

Os quase 140 profissionais seguem procurando as 20 pessoas desaparecidas e já resgatou mais de 120 animais, como cães, cavalos, galinhas e patos. Os Bombeiros também ajudam nas ações humanitárias como distribuição de medicamentos, alimentos e água para os moradores desabrigados.

Agora nós, enquanto sociedade, temos a responsabilidade de honrar a perda de cada uma das vidas desperdiçadas no desastre da barragem de Bento Gonçalves, temos a obrigação de dividir a dor dessas famílias e das milhares que ainda vão perecer por muitos meses e anos, até que os danos causados pelo desastre sejam mitigados. 

Não podemos virar essa assombrosa página da história do Brasil sem lições claras e capazes de prevenir ou remediar futuros desastres.

Aos irmãos bombeiros de Minas nossa sincera continência. Parabéns!


terça-feira, 10 de novembro de 2015

Praças da saúde conquistam alteração na carreira

Hoje estive na ALERJ acompanhando (e perturbando também) o trabalho dos nossos deputados estaduais, já que foi incluído apressadamente na pauta um projeto de interesse de um grupo de Tenentes Coronéis. O projeto, que aumenta o tempo limite para ser atingido pela cota compulsória, recebeu emendas de vários deputados. As emendas, frequentemente rejeitadas pela base do governo, foram uma a uma sendo afastadas, mas a mobilização dos QBMPs 06 foi sentida pelo governo, que abriu negociação e aceitou a redução do interstício de 12 para 6 anos para a promoção á Sargento, desde que ficasse garantido que eles não seriam Subtenentes antes dos 25 anos. A regulamentação dos novos interstícios será feita por decreto. 

Mas uma vez ficou provado o poder da mobilização. Não só dos qbmp/06, como também do grupo de Tenentes Coronéis, que conseguiu adiar sua passagem para a reserva, garantindo a promoção ao último posto (Cel), e dos Tenentes Coronéis mais modernos, que diminuíram o tempo de permanência dos Coronéis de 6 para 4 anos, abrindo assim mais de 10 vagas imediatas para a promoção.

Resumindo... Vem pra luta!



Acordo aprovado na Alerj reduz tempo para promoção de bombeiros no Rio

Um acordo firmado entre o governo do Rio de Janeiro, o Comando do Corpo de Bombeiros do Estado e deputados vai reduzir de 12 para 6 anos o interstício para promoção dos bombeiros no Rio. A decisão foi tomada nesta terça-feira (10/11), durante a votação do projeto 262/2015, de autoria do poder Executivo, na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). A discussão única definiu ainda pela permanência da exigência dos subtenentes da corporação serem nomeados aos 25 anos. Apoiaram a medida os deputados Julianelli (Rede), Paulo Ramos (PSOL), Lucinha (PSDB), Luís Paulo (PSDB) e outros. O projeto segue para sanção do governador Luiz Fernando Pezão. 

O vereador Marcio Garcia acompanhou de perto a votação das emendas. A pauta incluía assuntos de grande relevância para a categoria, como o aumento para 30 anos no tempo mínimo de serviço efetivo para o oficial Bombeiro fazer a sua passagem compulsória à inatividade, garantindo assim a sua chegada no último posto de seu quadro qualificatório. 

Vereador Marcio Garcia abre série que apresenta parlamentares da Rede

A Rede Sustentabilidade colocou no ar pelas suas redes sociais o projeto "Conheça Melhor", um quadro de apresentação dos parlamentares ligados ao partido. O vereador Marcio Garcia abriu a série como um dos representantes da sigla na Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

O partido divulgou ainda os resultados do Segundo Congresso Estadual da Rede Rio, realizado nos dias 30 e 31 de outubro, no Centro. As atividades incluíram desde palestras, votações e debates, até uma confraternização entre políticos que têm mais tempo na Rede e aqueles que se filiaram este ano ao partido.

No seu discurso, Garcia comentou sobre a importância de se encontrar na política um caminho para o diálogo e o debate de ideias, que possam trazer melhorias para a sociedade. O vereador destacou ainda um dos focos da sua gestão: a segurança. Ele acredita que há necessidade de se repensar a lógica e o conceito de segurança pública por via de um diálogo aberto, deixando no passado os conceitos que não foram capazes de solucionar os problemas neste setor. O parlamentar afirmou que reconhece na Rede um caminho ideal que pode possibilitar este tipo de mudança e debate.


VEJA A REPORTAGEM SOBRE O SEGUNDO CONGRESSO ESTADUAL DO PARTIDO

terça-feira, 3 de novembro de 2015

Portal dos Procurados lança cartaz do suspeito de assassinar um policial militar em Nova Iguaçu

O Portal dos Procurados do Disque Denúncia lançou nesta terça-feira (03/11) o cartaz com a foto de Carlos Henrique da Silva Alves, o Novinho. Ele é o principal suspeito de assassinar o policial militar Bruno Rodrigues Pereira, de 30 anos, no dia 29 de setembro, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

O Portal oferece uma recompensa de R$ 1 mil reais, por informações que levem a captura do suspeito. Segundo a Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), responsável pela investigação do caso, Carlos Henrique integra a facção que comanda o tráfico na favela Dom Bosco.

O policial assassinado era lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Formiga, na Tijuca, na Zona Norte, e foi capturado por criminosos quando visitava um parente. O PM, após levar um tiro nas costas, foi amarrado a um cavalo e arrastado por cerca de um quilômetro até a comunidade da Lagoinha. De acordo com a perícia, o militar continuava vivo mesmo após ser arrastado pelo animal. 

A Justiça decretou a prisão temporária de Novinho. Agentes da DHBF buscam pelo suspeito para cumprir o mandado. As investigações continuam para identificar outros participantes do crime.

O portal informa que quem tiver alguma informação a respeito da localização de Carlos Henrique da Silva Alves pode fazer denúncia enviando uma mensagem de texto, vídeo ou fotos para o aplicativo de mensagens do WhatsApp do Portal dos Procurados (21) 96802-1650, ou entrar em contato com a Central Disque-Denúncia pelo (21) 2253-1177 ou 0300-253-1177, para quem estiver fora da capital. O Disque Denúncia garante ainda o anonimato do denunciante. 


Helicópteros: recursos precisam ser investigados após aparelhos saírem de circulação

"Aparentemente, os serviços foram concluídos em uma semana. Se eram serviços tão simples assim, por que não havia recursos para pagar a manutenção? Isso tem que ser esclarecido", destacou o vereador Macio Garcia ao jornal carioca O Globo, se referindo ao fato das aeronaves usadas em salvamentos pelo Corpo de Bombeiros terem sido tiradas de operação durante o fim de semana e retornado somente nesta segunda (2/11). Para Garcia, as condições técnicas dos três helicópteros precisam ser averiguadas com mais cuidado. 


O parlamentar comentou ainda que a morte de um homem levado por uma onda quando pescava nas pedras das praias da Macumba e Prainha, na Zona Oeste, na tarde desta segunda (2), alerta para o não cumprimento de uma lei de sua autoria que exige o uso de equipamento nestes locais de pesca. A vítima chegou a ser socorrida por guarda-vidas em uma aeronave, mas morreu a caminho do hospital. 

Veja a reportagem do GLOBO

domingo, 1 de novembro de 2015

Helicópteros parados é destaque na imprensa durante o fim de semana

Os helicópteros do Corpo de Bombeiros parados por falta de pagamento à fornecedora de peças e manutenção foi o assunto de destaque neste fim de semana na imprensa carioca e até nacional. O Globo publicou no sábado (31/10) que a corporação tem pedido emprestado aeronaves das Polícias Civil e Militar para fazer os salvamentos aéreos. Uma fonte ouvida pelo jornal afirma que três dos quatro aparelhos dos Bombeiros estão encostados desde setembro e um outro já há cerca de seis meses, em Brasília.


De acordo com a reportagem, a deficiência que já se arrasta desde junho não teria ligação com os cortes promovidos pelo governo estadual, já que a corporação conta com a Taxa de Incêndio, que gerou em 2014 uma receita de R$ 182 milhões. A publicação destaca ainda que deste valor, menos de 23% foi investido com os equipamentos e melhoria das instalações. Assim como a capacitação dos bombeiros também ficou em segundo plano.