quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Bombeiros queimados em explosão no posto de Copacabana falam do acidente

Pela primeira vez desde que aconteceu a explosão no posto de salvamento 4, em Copacabana, no dia 26 de julho, os bombeiros feridos resolveram comentar o caso e contar como tem sido a difícil rotina de recuperação. Um deles, o bombeiro Sandro Correia, teve mais de 70% do corpo queimado e está com sequelas. Os bombeiros atribuem o acidente às condições precárias de trabalho nos postos. 
O vereador Marcio Garcia, presidente da Comissão de Defesa Civil da Câmara do Rio, disse ao O Dia que os postos de salvamentos começam a passar por reformas. As mudanças foram acertadas entre a Orla Rio e o Corpo de Bombeiros com o objetivo de aumentar a segurança aos bombeiros e aos frequentadores dos postos.







Nenhum comentário:

Postar um comentário