quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Vereador Marcio Garcia entra com pedido de CPI para investigar contratos entre Orla Rio e Prefeitura

Com o retorno do recesso parlamentar nesta segunda-feira (3/8), a Câmara Municipal do Rio reabre as atividades com foco no pedido de criação de uma CPI para avaliar os contratos da Concessionária Orla Rio, responsável pela reforma e manutenção dos Postos de Salvamento, com a Prefeitura. A motivação foi o acidente ocorrido no dia 26 de julho, quando dois guarda-vidas se feriram, um deles gravemente, durante uma explosão no posto de monitoramento da praia de Copacabana. Um dos bombeiros, o cabo Correia, teve mais de 65% do corpo queimado.
O requerimento de autoria do vereador Marcio Garcia (PR) destaca uma série de possíveis irregularidades que a empresa pode estar praticando. Entre elas o descumprimento de um cronograma de obras nos quiosques, postos de salvamento e construção dos terminais de autoatendimento bancários, que teria como prazo para entrega das intervenções o ano de 2009. O documento pede ainda a análise dos valores repassados pela prefeitura para a empresa em licitações, assim como as negociações feitas por responsáveis pelos quiosques, em possível formação de cartel, entre outras movimentações suspeitas.




Nenhum comentário:

Postar um comentário