quarta-feira, 12 de novembro de 2014

NOVO COMANDANTE DA PM QUER ALTERAR LEGISLAÇÃO DA CORPORAÇÃO

O Comandante Geral da Polícia Militar comete um "erro de visada". 
A preocupação relativa às exclusões não deve ser na direção de tirar os direitos dos Oficiais, mas sim conceder idênticos direitos aos Praças, atualmente expulsos em ritos sumários, onde os erros são mais fáceis de ocorrer. 
A igualdade deve ser alcançada, mas dando mais garantias aos Praças.


(Fonte: Jornal Extra)

Nenhum comentário:

Postar um comentário