quinta-feira, 6 de novembro de 2014

NO PAÍS DO "BOLSA FAMÍLIA", GOVERNO PODE AUMENTAR SUPER SALÁRIOSNÃO SÃO BEM-VINDOS.



Isso é incoerente!
No país onde milhões de famílias são sustentados pelo povo através de programas sociais, super salários não são bem-vindos.
"JORNAL O DIA
Comissão aprova reajuste do teto do funcionalismo
Projetos de lei ainda serão analisados por duas comissões antes de ir ao plenário 
ALESSANDRA HORTO
Rio - A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados aprovou ontem projeto de lei que reajusta o salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e eleva o teto do funcionalismo público, com efeito cascata. Antes de ser votado pelos parlamentares no Congresso, a proposição ainda será analisada pela Comissão de Finanças e a Comissão de Constituição e Justiça. 
Se o projeto for aprovado e sancionado pela presidenta Dilma, os vencimentos dos integrantes da Corte passarão de R$29,4 mil para R$35,9 mil em 2015. A correção será de quase 22%. 
A entrada em vigor terá efeito sobre vencimentos de carreiras jurídicas, governadores, delegados de polícia, entre outras. O reajuste terá impacto de R$2,5 milhões para o Supremo e de R$646,3 milhões para outras instâncias do Judiciário. Dois outros projetos de lei aprovados pela Comissão de Trabalho também concedem aumento para o Procurador-Geral da República e alteram o plano de carreira dos servidores do Judiciário da União, com reajustes parcelados até 2017. 
No Ministério Público da União, o impacto orçamentário é de R$ 226 milhões. O reajuste nos vencimentos do procurador-geral da República reflete aumentos para os demais integrantes do MPU (Leia mais)".

Nenhum comentário:

Postar um comentário