sábado, 11 de outubro de 2014

GOVERNO PEZÃO: NEM O SECRETÁRIO DE SEGURANÇA PODE SERVIR DE EXEMPLO


A crise na área da segurança pública parece interminável no governo Pezão.
Eu faço questão de destacar a cada novo escândalo que o governo Pezão mantém o delegado de Polícia Federal Beltrame, como secretário de segurança pública, apesar do Ministério Público ter denunciado Beltrame por improbidade administrativa e superfaturamento de contratos.
Se o próprio secretário de segurança não pode servir de exemplo, o que esperar?

"JORNAL EXTRA 
CASOS DE POLÍCIA 
09/10/14 07:39 Atualizado em 09/10/14 10:55 
PMs suspeitos de receber propina para liberar traficantes são presos 
Uma operação conjunta da Subsecretaria de Inteligência (SSINTE), da Secretaria de Segurança, e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público, realizam, nesta quinta-feira, a Operação Ave de Rapina. O objetivo é cumprir 16 mandados de prisão contra policiais militares do 17º BPM (Ilha do Governador), além de 32 de busca e apreensão. Os PMs são acusados de sequestrar e exigir R$ 300 mil para libertar traficantes do Morro do Dendê, na Ilha do Governador, ,a Zona Norte do Rio, e de Senador Camará, na Zona Oeste da cidade. 
Entre os PMs suspeitos está o comandante do batalhão, tenente-coronel Dayzer Corpas Maciel, que, segundo as investigações, receberia R$ 40 mil para não reprimir o tráfico. Outro oficial envolvido no esquema é o chefe da Segunda Seção (P-2) da unidade, primeiro-tenente Vítor Mendes da Encarnação. Eles - que tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça - já estão presos. Os dois serão afastados de suas funções por ordem judicial (Leia mais)".

Nenhum comentário:

Postar um comentário