segunda-feira, 29 de setembro de 2014

GAROTINHO PROMETE LINHA 3 DO METRÔ DE NITERÓI A ITABORAI



"Candidato argumenta que a instalação do complexo do Comperj exige do estado um esforço para atender a população crescente na região 
O deputado e candidato ao governo do Rio, Anthony Garotinho, prometeu estender a Linha 3 do metrô de Niterói a Itaboraí, e não somente a São Gonçalo, conforme promessa do atual governo. “Vamos seguir a ordem natural, colocando a Linha 3 para funcionar, de Niterói a Itaboraí, que é muito importante para aquela população por causa do complexo do Comperj”, argumentou. 
Garotinho percorreu, nesta segunda-feira (29), em carreata o Complexo da Penha, ocasião em que reafirmou a necessidade de se ampliar o efetivo da PM, fortalecendo o efetivo dos batalhões, como forma de conter a onda de assaltos a pedestres, a ônibus e o roubo de carros. “Não existe milagre. Isso é uma sequência. Em 1999, quando assumi o governo do estado, a Secretaria de Segurança não tinha estrutura nenhuma. Funcionava num prédio emprestado do Detran. Construímos batalhões em áreas onde eram necessários, construímos a sede do Bope e montamos o Instituto de Segurança Pública (ISP) para realizar a coleta dos dados”, relembrou. 
O candidato enfatizou que segurança pública exige planejamento. “É um conjunto de soluções. Vender para a população que apenar uma situação (instalação das UPPs) resolve o problema é mentir para a população, e eu não tenho mais idade para isso”, afirmou. 
Garotinho reafirmou o seu compromisso de dobrar os investimentos na saúde, saltando dos atuais 7% para 14%. Ele voltou a condenar o governo por ter abandonado os hospitais públicos e deixado as unidades sob a responsabilidade única das prefeituras. Ponderou que os municípios não têm condições financeiras para arcar com os custos de manutenção dos hospitais. “Unificar a central de regulação com todos os entes se comunicando entre si é fundamental. Assim como é fundamental que o estado assuma alguns hospitais, cujas prefeituras não têm orçamento para tocar”, disse ele, referindo-se a sua pretensão de estadualizar o Hospital da Posse, que comparou a um matadouro, ao Hospital de Mesquita, ao de Saracuruna, em Duque de Caxias, e, por fim, ao de Nilópolis. 
O ex-governador do Rio disse ainda ser importante o fortalecimento da estratégia de saúde da família feita pelos agentes comunitários, definindo-a como “a política de saúde mais eficiente”. Ele se mostrou animado com o debate da TV Globo, nesta terça-feira (30), e disse esperar que o encontro com o seus concorrentes seja propositivo. Garotinho advertiu ainda para o alto nível de endividamento do estado que, segundo ele, “extrapolou todos os limites”. “A situação do estado é muito complicada. Temos que organizar as finanças públicas. Elas estão muito debilitadas”, diagnosticou. 
Foto: Inacio Teixeira 
Renato Homem"


Um comentário:

  1. Gostaria de saber se caso os senhores vençam as eleições vão cumprir o decreto estadual da escala de serviço para PMERJ de 24x72 e 12x48

    ResponderExcluir