quarta-feira, 20 de agosto de 2014

VAMOS INCENTIVAR O PRODUTOR RURAL



Garotinho garante incentivo ao produtor rural para expandir o agronegócio 
Candidato do PR destacou importância do crédito durante visita ao centro de distribuição de alimentos (Ceasa), em Irajá 
O candidato ao governo do Rio pela coligação Força do Povo (PR-Pros-PT do B), Anthony Garotinho, reuniu-se nesta terça-feira (19) com produtores rurais na Ceasa, em Irajá, ocasião em que se comprometeu a revitalizar o agronegócio no estado, ampliando a oferta de crédito e modernizando a infraestrutura na central de abastecimento. O ex-governador garantiu que irá ampliar o Pavilhão do Produtor e concluir as obras de um hotel destinado a abrigar os comerciantes durante suas viagens ao Rio 
Garotinho lembrou o seu compromisso de campanha de auxiliar os pequenos e médios produtores rurais com incentivos. Garantiu que irá implantar políticas públicas que auxiliem os comerciantes desde as primeiras etapas do processo de cultivo até a distribuição. “Quando fui secretário de agricultura, numa época que a inflação era de 60%, as pessoas tinham medo de pegar empréstimo. Criei o equivalência produto. Se você pegava dinheiro para plantar arroz, aquilo era transformado em sacos de arroz. Se você produzisse 50 sacos de arroz, na hora de pagar, pagaria o equivalente a 50 sacos de arroz, independente da correção monetária", explicou o candidato, frisando que a medida visava a expandir o agronegócio pelo interior e, ao mesmo tempo, dar condições de trabalho e proteger os produtores das altas taxas inflacionárias existentes naquela época. 
Garotinho percorreu as ruas da Ceasa, foi cumprimentado, conversou com os produtores e ouviu muitas reclamações, sobretudo, sobre o estado de abandono da Ceasa. Ele avaliou o momento atual e destacou a importância do fomento ao crédito bancário para o pequeno e médio produtor. 
Lembrou que quando fora secretário de Estado de Agricultura, durante o segundo governo Brizola, esteve à frente de uma série de iniciativas que visavam a garantir a expansão do agronegócio no estado e também preservar o sustento das famílias que vivem do cultivo da terra. “Ali às marges da Rio-Teresópolis estava instalado o chamado cinturão verde da Região Serrana. Foi quando explodiu o cinturão verde da região. Aquilo ali era 10% do que é hoje”, exemplificou. 
O candidato garantiu que irá concluir a construção de um hotel popular na Ceasa, para que os motoristas e produtores possam descansar antes de regressarem para suas respectivas cidades. O projeto, lembrou, foi iniciado durante o governo Rosinha Garotinho, mas abandonado pelo ex-governador, Sérgio Cabral, e pelo atual, Luiz Fernando Pezão. “O esqueleto do prédio construído já existe. O edifício está desocupado atualmente”, afirmou Garotinho, que é líder nas pesquisas de intenção de voto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário