quinta-feira, 28 de agosto de 2014

CORONEL PM QUE COMANDOU UPPs DENUNCIA ERROS DO PROJETO



O Coronel PM Robson Rodrigues revelou as falhas do projeto durante uma entrevista ao jornal O Globo.
É uma importante avaliação considerando que além de comandar todas as UPPs, ele exerceu função no Estado Maior Geral da Polícia Militar, isso antes de ser preterido e transferido para a Diretoria Geral de Pessoal, sem função.

"JORNAL O GLOBO
‘A secretaria ficou refém do discurso político de ter 40 UPPs’, diz ex-comandante 
Coronel Robson Rodrigues, ex-chefe do Estado-Maior Administrativo da PM, conta ao GLOBO como tentou reformular estrutura da corporação para superar mazelas internas
ALEXANDRE RODRIGUES
26/08/2014 6:00 / ATUALIZADO 26/08/2014 17:19 
(...) 
A ORIGEM DA UPP
“A ideia por trás da UPP não nasceu em 2009. Sempre existiu na Polícia Militar do Rio. Foi praticada em outras experiências, como o Centro Integrado de Policiamento Comunitário (Cipoc) da Cidade de Deus, na década de 1980, e o Grupamento de Policiamento em Áreas Especiais (GPAE) do Cantagalo, na de 1990. Mas a UPP foi a que contou com maior vontade política. O próprio secretário (José Mariano Beltrame) é um homem de muito boa vontade. Mas sempre digo: só de boa vontade não se mantém uma política pública. É preciso mais (Leia mais)".

Um comentário:

  1. Essa upp só serve para o policial servir de alvo , cadê a condição de serviço , cadê as cabines blindadas , cadê a viatura blindada nem que fosse a frente da mesma e os lados , o policial fica exposto numa área totalmente hostil ...

    ResponderExcluir