sábado, 7 de junho de 2014

RIO: OS PIORES GOVERNANTES DO MUNDO. ENCOLHEM O CORPO DE BOMBEIROS. AGIGANTAM A POLÍCIA MILITAR



Não existe um concurso mundial que aponte que são os governantes que pior exercem a gestão da coisa pública.
Penso que se existisse os governantes do Estado e do Município do Rio de Janeiro seriam praticamente imbatíveis.
Nenhum serviço público administrado por eles funciona bem , isso para início de avaliação.
Eduardo Paes demonstra sua falta de planejamento nas obras públicas, dando um nó diariamente no trânsito da cidade.
Paga muito mal seus Guardas Municipais, mas paga gratificações de R$ 750,00 mensais para os Policiais Militares das UPPs, eles que são funcionários estaduais.
A dupla Cabral-Pezão deu um show nesses quase oito anos e os melhores exemplos de vítimas são a Polícia Militar e os Policiais Militares.
Eles agigantaram a PM para atender o projeto eleitoreiro das UPPs e nunca deram a menor infra-estrutura.
Os PMs foram jogados nas UPPs, instalados em contêineres, alguns sem qualquer mobiliário.
Dormir no chão e se alimentar sentado no chão passou a ser coisa comum na vida desses heróis.
Colocaram 10.000 PMs nas comunidades e nada resolveram.
Enquanto agigantam a Polícia Militar, Cabral-Pezão encolhem o Corpo de Bombeiros.
Abriram 6.000 vagas para Soldados da Polícia Militar e apenas 400 vagas para Soldado do Corpo de Bombeiros.
A falta de Soldados BM é enorme e eles abrem apenas 400 vagas, isso é inexplicável.
O Corpo de Bombeiros logo terá mais Coronéis que Soldados.
Se na gestão de recursos humanos eles são péssimos, se eu entrar na área da gestão de material, o artigo será infinito diante da quantidade de "erros".
Basta apenas citar o escândalo dos contratos das viaturas da Polícia Militar, ele resume como são horríveis na gestão do dinheiro público.


Nenhum comentário:

Postar um comentário