DINHEIRO PÚBLICO: OLHOS ABERTOS SOBRE OS NOVOS BLINDADOS DA POLÍCIA



Eu publiquei um artigo sobre os novos blindados adquiridos pelo governo do Rio de Janeiro, eles foram comprados de uma empresa da África do Sul.
Destaquei a importância do uso dos blindados como forma de proteger os Policiais Militares, mas o dia 14 de maio de 2014, data na qual o Ministério Público denunciou por improbidade administrativa e por superfaturamento de contratos o atual Secretário de Segurança Beltrame  (o ex-Chefe da Casa Civil Regis Fichtner foi denunciado dias depois), confesso que tenho uma especial preocupação com as compras e os contratos da área da segurança pública.
O Jornal do Brasil também está com os olhos bem abertos sobre essa compra, considerando a reportagem abrangente que publicou e que transcrevo a seguir.
O edital faz parte da reportagem.
A licitação internacional foi realizada pela Casa Civil.
Eu vou continuar buscando mais detalhes sobre a licitação e sugiro que leiam com muita atenção a reportagem, afinal é o seu dinheiro que está sendo gasto:

"JORNAL DO BRASIL
24/06 às 18h00 - Atualizada em 24/06 às 18h46
Governo do Rio recebe blindados destinados a JMJ e Copa da Confederações
Veículos táticos estavam previstos para garantir a segurança na cidade durante a Copa
Cláudia Freitas
No último sábado (21/6) o governo do Estado do Rio de Janeiro, através da Secretaria de Estado de Segurança (Seseg), recebeu oito veículos táticos blindados para transporte de tropas, licitados em janeiro do ano passado em um Pregão Internacional. O edital do pregão apresenta como justificativa para a compra dos equipamentos, no valor de R$ 22,3 milhões, a garantia da segurança pública em megaeventos que já foram sediados na cidade em 2013, como a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), a Copa das Confederações e a Copa do Mundo, que estava no seu décimo dia de realização no país quando os veículos chegaram ao Porto do Rio. 
Em um vídeo postado no perfil do Governo do Estado no YouTube, o sargento do Bope Ricardo Pinna faz uma apresentação dos blindados, também chamados de "supercaveirões", informando que quatro deles serão destinados ao Batalhão de Operações Especiais da PM (Bope), dois ao Batalhão de Polícia de Choque (BpChq) e dois a Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil (Core). De acordo com o discurso do oficial, os novos veículos serão utilizados com a finalidade de consagrar o processo de pacificação. No entanto, o edital publicado no dia 08 de janeiro de 2013 no Diário Oficial do Estado, aponta como motivo principal da compra a realização da Copa do Mundo (Leiam mais)".

Comentários