quinta-feira, 29 de maio de 2014

UMA VITÓRIA DOS VIGILANTES GREVISTAS


Eu tenho escrito que os empregadores e os vigilantes privados precisam de um acordo o mais rápido possível, considerando que a atividade é fundamental para a vida em sociedade. Os usuários dos bancos, por exemplo, estão enfrentando sérias dificuldades em razão da não solução do impasse.
O bem estar da população deve ser uma preocupação de todos.
"JORNAL DO BRASIL 
28/05 às 18h45 - Atualizada hoje às 12h04 
Desembargadora proíbe descontos de vigilantes grevistas 
Aconteceu nesta quarta-feira (28), no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), mais uma audiência de conciliação entre os sindicatos dos vigilantes (Sindivig) e das empresas de segurança (Sindesp) visando acabar com a greve que se estende por 35 dias. A pauta de reivindicações dos vigilantes não foi aceita pelos empresários e novas reuniões serão marcadas. A procuradora representante do Ministério Público do Trabalho, Débora Felix, defendeu o índice de 10% de aumento salarial e o aumento do tíquete refeição e alertou que o setor patronal deveria fazer um esforço maior para conceder estes índices e ainda proibiu desconto dos grevistas. 
A desembargadora Maria das Graças Paranhos, vice-presidente do Tribunal, enfatizou que a proposta dos trabalhadores não é absurda. Para a magistrada, o Rio de Janeiro é uma das cidades com o custo de vida mais caro do mundo, sendo, portanto, mais que justo um aumento significativo, valorizando a categoria que expõe continuamente sua vida para proteger a de terceiros, assim como o patrimônio. "Estou acompanhando a greve de vocês pela imprensa desde o início. As reivindicações são justas e a categoria está de parabéns por não ter acontecido nada de mais grave com a sociedade", afirmou a desembargadora (Leia mais)".

Nenhum comentário:

Postar um comentário