quarta-feira, 28 de maio de 2014

RIO: POLICIAIS X PROFESSORES



Eu não canso e nunca cansarei de escrever que os atos de protesto precisam ser organizados, ordeiros e pacíficos.
Sempre que ocorre um confronto entre policiais e manifestantes, não importa quem começou, os resultados serão péssimos tanto para os policiais, quanto para os manifestantes.
Evitar o atrito tem que ser um objetivo comum.
"JORNAL O DIA
28/05/2014 17:53:14 - Atualizada às 28/05/2014 21:14:06
Protesto de profissionais da educação tem confrontos e professora detida
PMs acusam docente de agressão. Sindicato nega e protesta em frente à delegacia 
Rio - A manifestação de professores das redes estadual e municipal nesta quarta-feira terminou em confrontos entre os docentes e policiais militares no Centro do Rio. Por volta das 14h, PMs interviram para a liberação da Avenida Presidente Vargas, que foi interditada nos dois sentidos pelos manifestantes. Por volta das 16h, o confronto foi em frente à Secretaria Estadual de Educação (SEEDUC), no Santo Cristo, quando os professores tentaram colar adesivos no prédio. Uma professora foi detida acusada por PMs de agressão. 
O Sepe (Sindicato Estadual de Profissionais da Educação) acusa a PM de usar spray de pimenta e lançar bombas contra eles. " Foi uma truculência desnecessária", disse o coordenador do sindicato, Alex Trentino (Leia mais)".
Foto: João Laet / Agência O Dia

Um comentário:

  1. 'Evitar atrito' Taí uma coisa que o alto escalão da PM não quer! E isso inclui o secretário,é claro.Certamente que há uma ordem para criar confusão e desistabilizar o protesto,até mesmo o encerrendo.Colocar homens da P2 para icitar a violência,é a prova maior dessa tese.

    ResponderExcluir