quarta-feira, 28 de maio de 2014

GREVE GERAL? POLICIAIS FEDERAIS PODERÃO PARAR DURANTE A COPA DO MUNDO



A cada dia que passa fica mais claro o quadro que está se formando no Brasil com um número cada vez maior de categorias profissionais ameaçando entrar em greve durante a Copa 2014.
A leitura que se faz sobre o movimento #NaoVaiTerCopa , uma proposta de evitar a realização da tropa por meio de protestos nas ruas, ainda não parece ter reunido forças para alcançar tal objetivo.
Aproveito para lembrar, pela enésima vez, que protesto tem que ser organizado, ordeiro e pacífico, fora desses parâmetros não é protesto, mas desordem urbana.
Embora o quadro atual demonstre isso, cresce a possibilidade da ocorrência de dificuldades para a realização dos jogos em face de uma greve "quase" geral, isso nos dias que antecederão à Copa.
É hora os empregados e empregadores encontrarem soluções.
"JORNAL EXTRA
28/05/14 06:00 
Policiais federais analisam proposta do governo, mas ainda não descartam greve durante a Copa
Djalma Oliveira
Policiais federais estão analisando a proposta do governo federal de um aumento de 15,8%, em duas parcelas. Também seria formado um grupo de trabalho para discutir as atribuições dos cargos que, segundo a Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), geraria um projeto de lei sobre o tema. O Ministério do Planejamento conformou apenas que haverá um grupo de trabalho. Dos 23 estados que já analisaram a proposta, 14 aprovaram.
Mas o vice-presidente da Fenapef, Luís Antônio Boudens, disse que só será possível descartar uma greve durante a Copa do Mundo após a assinatura do acordo. Ele lembrou que ainda está em vigor um indicativo de greve aprovado pela categoria (Leia mais). 
Foto: Jornal Extra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário