segunda-feira, 12 de maio de 2014

CORPO DE BOMBEIROS NÃO É INCLUÍDO EM PESQUISA SOBRE INSTITUIÇÕES



"Constituição Federal
Art. 144. A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, através dos seguintes órgãos: 
(...) 
V - polícias militares e corpos de bombeiros militares".
O jornal O Dia publicou nessa segunda-feira uma pesquisa sobre a avaliação das instituições junto à população do Estado do Rio de Janeiro.
Estranhamente, o Corpo de Bombeiros, a instituição pública historicamente com melhor aceitação popular não foi incluído.
A pesquisa foi feita pelo Instituto Gerp é apontou a Polícia Federal como a melhor avaliada e a Polícia Militar como uma das com pior avaliação.
Os entrevistados atribuíram notas na escala de 1 (péssimo) a 5 (ótimo).
A pesquisa teve outro fato estranho além da exclusão do Corpo de Bombeiros: apresentou para avaliação a Polícia Militar, o BOPE e o BPChoque, sendo que os ambos integram a Polícia Militar.
O resultado divulgado considerou as médias:
- A PF obteve 3,55 pontos. 
- O BOPE teve 3,51. 
- A Polícia Civil teve 3,06. 
- O Batalhão de Choque da PM obteve 3,00. 
- O Ministério Público obteve 2,73. 
- A Guarda Municipal teve 2,56. 
- A Polícia Militar e o Poder Judiciário obtiveram apenas 2,48, ou seja, abaixo da média (2,50).
Para tornar a pesquisa mais próxima da realidade, temos que proceder a média aritmética entre as médias atribuídas à Polícia Militar, ao BOPE e ao BPChoque.
Aplicando a média aritmética a Polícia Militar obteria a média 2,99.
Na matéria temos um caso muito triste envolvendo um Sargento Reformado da PM que aguarda há anos uma decisão judicial. Fonte: O Dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário