segunda-feira, 7 de abril de 2014

PROGRAMA "A CASA OU A VIDA" DO GOVERNO FEDERAL



A crise segue se agravando no governo da presidente Dilma Rousseff.
Os problemas da economia, a queda acentuada de Dilma nas intenções de votos, a revolta da base aliada e a desastrosa compra de uma refinaria nos Estados Unidos, compra que esfacelou o patrimônio da Petrobras, são motivos mais que suficientes para acender o alerta no Palácio do Planalto de que as coisas estão indo de mal a pior.
Infelizmente, o que está ruim pode piorar, sendo esse o efeito da revelação sobre as relações entre o vice-presidente da Câmara dos Deputados, André Vargas (PT) e o doleiro Alberto Youssef, investigados por negócios suspeitos no Ministério da Saúde. 
O DEM e o PSDB protocolaram representação junto ao Conselho de Ética, por quebra de decoro e o deputado André Vargas (PT) resolveu se licenciar por 60 (sessenta) dias).
Ontem, a Rede Globo colocou mais lenha na fogueira com uma reportagem sobre graves problemas envolvendo o programa "Minha Casa, minha vida". 
Programa que graças a inércia do governo e a ação de criminosos em alguns estados poderia ser chamado de "A casa ou a vida", considerando que casas estão sendo tomadas por criminosos que ameçam matar os proprietários que não deixarem os imóveis.
A crise se aprofunda no governo Dilma Rousseff.

Nenhum comentário:

Postar um comentário