quarta-feira, 30 de abril de 2014

PEZÃO QUER CONCEDER APENAS 8% PARA PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO



De acordo com o SEPE, a pretensão de reajuste salarial dos profissionais da educação do estado do Rio de Janeiro é de 20%, mas o governador Pezão acena com apenas 8%, o que não significa nem a metade da pretensão dos profissionais.
Todos e todas sabem que o único caminho para a reconstrução nacional é a concessão de educação pública de boa qualidade, meta que só pode ser alcançada com a qualificação e a valorização dos profissionais da educação, algo que o governo Cabral-Pezão não reconheceu nesses quase oito anos de governo.
O resultado dessa intransigência do governo não poderia ser outro: a possibilidade da eclosão de uma greve.
Os profissionais da educação fazem uma assembleia no dia 7 de maio para analisar a proposta e deliberar sobre as ações a serem desenvolvidas.
Fonte: Jornal O Dia (Servidor).

Nenhum comentário:

Postar um comentário