quarta-feira, 23 de abril de 2014

PETROBRAS: HORA DE ABRIR A CAIXA PRETA


 
O povo brasileiro precisa conhecer toda a verdade sobre a Petrobras.
Tudo precisa ser esclarecido nos seus mínimos detalhes.
A responsabilidade individual por cada erro precisa ser atribuída, goste o governo ou não.
Se a presidente Dilma tem responsabilidade, ela que arque com isso.
Para esclarecer se ela tem ou não tem, só uma investigação poderá esclarecer e isentá-la ou não desse desastre que foi para a Petrobras e para o Brasil: a compra da refinaria de Pasadena.
"O GLOBO
Comissões da Câmara aprovam convite para que Gabrielli e Cerveró falem sobre Pasadena
Em entrevista, ex-presidente da Petrobras disse que Dilma Rousseff precisava “assumir suas responsabilidades”
PAULO CELSO PEREIRA
Publicado: 23/04/14 - 11h24 Atualizado: 23/04/14 - 14h13
O convite das comissões foi uma reação aos recentes depoimentos de Gabrielli
BRASÍLIA - Três comissões da Câmara aprovaram na manhã desta quarta-feira convite ao ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli para que ele fale sobre a compra da refinaria de Pasadena, nos EUA. O convite foi uma reação da oposição à entrevista que Gabrielli deu ao jornal “O Estado de S.Paulo”, na qual afirmou que a presidente Dilma Rousseff precisava “assumir suas responsabilidades” no caso. A primeira comissão a aprovar o pedido foi a de Desenvolvimento Econômico. Minutos depois, o PT ainda tentou conter que o mesmo ocorresse na Comissão de Relações Exteriores, mas sem sucesso. Com os dois requerimentos já aprovados, até mesmo os petistas José Guimarães (CE) e Edson Santos (RJ) apoiaram o pedido idêntico que estava sendo analisado na Comissão de Fiscalização e Controle da Casa.
— Não temos que temer qualquer debate. Minha linha é de que o governo deve conviver democraticamente com os convites e evitar o mata-mata entre o governo e a oposição. Convocação não dá e não vir também não dá. Tenho a opinião que todas as vezes em que os ministros vieram convidados deram um show aqui. Essa relação amistosa em convidar é boa para o parlamento — defendeu o vice-líder do governo José Guimarães (Leia mais)".

Nenhum comentário:

Postar um comentário