quarta-feira, 30 de abril de 2014

NÓS NÃO MERECÍAMOS, PORÉM MORREMOS ASSASSINADOS


ROCINHA SE MOBILIZA PARA POR FIM NA FALTA DE D'ÁGUA





Jornal do Brasil

Protesto 'Rocinha quer água para lavar Pezão' deve acontecer nessa quarta (30)
Manifestantes se organizam para protestar às 17h contra problemas no abastecimento de água

Moradores da favela da Rocinha estão sendo convocados pela internet  para uma manifestação marcada para esta quarta-feira (30), às 17h, na passarela da Rocinha, Zona Oeste do Rio. A manifestação chamada “A Rocinha quer água para lavar o Pezão”, é um protesto contra a falta deatenção do governo em resolver os problemas no fornecimento de água na região. Segundo os organizadores do protesto, a ideia é fazer uma manifestação “pacífica e ordeira”.
Os moradores estariam se queixando da freqüente falta d’água na Rocinha e eles exigiriamacesso à água diariamente sem interrupções, para todos os moradores e uma resposta imediata do governo sobre a situação.

Uma das páginas de convocação do protesto
No texto de convocação para a manifestação, os moradores falam também em medidas paliativas para resolver a situação emergencial da região, como o fornecimento de caminhões-pipas.
Os organizadores do protesto também deixam claro que não tem intenção de causar maiores transtornos no trânsito da região, e que, de acordo com eles, deixarão uma pista livre “em respeito aos trabalhadores”.


GOVERNO CABRAL-PEZÃO: 800% DE AUMENTO !



Parece um número mentiroso: 800%.
Infelizmente, expressa a verdade.
Um parâmetro que pode ser usado para mensurar a situação caótica que se estabeleceu no Rio de Janeiro em termos de segurança pública no governo Cabral-Pezão.
800% de aumento!
Esse é o percentual de aumento dos ônibus incendiados no Rio de Janeiro.
Em 2013, cinco ônibus foram incendiados.
Nos primeiros quatro meses de 2014, o número subiu para 45 ônibus.
Os prejuízos são da ordem de quinze milhões de reais.
Fonte: Jornal Destak Rio.

PEZÃO QUER CONCEDER APENAS 8% PARA PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO



De acordo com o SEPE, a pretensão de reajuste salarial dos profissionais da educação do estado do Rio de Janeiro é de 20%, mas o governador Pezão acena com apenas 8%, o que não significa nem a metade da pretensão dos profissionais.
Todos e todas sabem que o único caminho para a reconstrução nacional é a concessão de educação pública de boa qualidade, meta que só pode ser alcançada com a qualificação e a valorização dos profissionais da educação, algo que o governo Cabral-Pezão não reconheceu nesses quase oito anos de governo.
O resultado dessa intransigência do governo não poderia ser outro: a possibilidade da eclosão de uma greve.
Os profissionais da educação fazem uma assembleia no dia 7 de maio para analisar a proposta e deliberar sobre as ações a serem desenvolvidas.
Fonte: Jornal O Dia (Servidor).

ATENÇÃO! REAJUSTE AUXÍLIO-INVALIDEZ PARA POLICIAIS, BOMBEIROS E AGENTES PENITENCIÁRIOS



A ALERJ aprovou o aumento do auxílio-invalidez dos Policiais, Bombeiros e Agentes Penitenciários de R$ 2.000,00 para R$ 3.000,00.
O auxílio é pago para os Policiais, Bombeiros e Agentes que no curso do serviço sofreram lesões que comprometem a integridade física e impedem o servidor de trabalhar.
O direito foi estendido aos que sofreram amputação de membro superior ou inferior, antes o benefício era pago apenas aos paraplégicos e aos tetraplégicos.
O projeto de lei segue agora para a aprovação do governador.
O reajuste faz justiça ao sacrifício dos servidores.
Fonte: Jornal Extra (Servidor).

POPULAÇÃO DO RIO VIVE MANHÃ CAÓTICA NOS TRANSPORTES PÚBLICOS



A sofrida população do Rio de Janeiro vivenciou na manhã dessa quarta-feira, mais uma vez, um dia caótico nos transportes públicos.
A população sofreu nos trens, no metrô e nas barcas.
Isso parece não ter fim, situação que acaba gerando um sentimento de conformismo na população, algo muito ruim, pois ter acesso ao transporte público de boa qualidade é um direito do cidadão.
O povo precisa internalizar que o caos do transporte coletivo no Rio de Janeiro pode ser solucionado através de uma boa gestão dos governantes.
É preciso aprender que a origem dos problemas está no político que não governa na direção do interesse público e governa na direção dos empresários.
Portanto, o problema da péssima qualidade do  transporte público começa a ser resolvido nas urnas.
Cidadão, não esqueça do seu sofrimento nos transportes públicos quando estiver diante das urnas.
Fonte: O Dia


RIO: GREVE DOS VIGILANTES FECHA 80% DAS AGÊNCIAS BANCÁRIAS



Ontem, a greve dos vigilantes que dura uma semana provou o fechamento de 80% das agências bancárias no Centro da cidade do Rio de Janeiro, conforme informações do Sindicato dos Vigilantes do Município do Rio (SindVigRio).
O funcionamento de agências situadas na Zona Sul, Barra da Tijuca, Campo Grande e Santa Cruz, na Zona Oeste, também foram afetados.
Para tranquilizar a população cabe ressaltar que segundo o SindVigRio os caixas eletrônicos estão sendo abastecidos, o que minimiza os efeitos danosos para a população.
Por sua vez, o sindicato patronal obteve uma liminar determinando que os sindicatos dos trabalhadores mantenham um percentual de 40% trabalhando nas agências.
A luta dos vigilantes é justa e torço para que logo sejam atendidas as reivindicações para que os vigilantes voltem ao trabalho e a população não seja prejudicada.
Fonte: SindVigRio

O ESCÂNDALO DA PETROBRAS PODE SER INVESTIGADO POR DUAS CPIs



A queda de braço entre a oposição e a base governista pode gerar uma fato inusitado: a existência de duas CPIs para apurar os escândalos da Petrobras.
A duplicidade na apuração não faz sentido, fere a economia processual, gera gastos desnecessários e perda de tempo.
A população quer que tudo seja devidamente esclarecido e com a urgência que a situação exige, sem manobras que tenham como finalidade retardar as investigações.
"O GLOBO
Renan pede indicações para que CPI da Petrobras comece em 6 de maio 
Enquanto o STF não se pronuncia, poderão funcionar inclusive duas comissões: uma só no Senado e outra mista Presidente do Senado destaca que vai recorrer de decisão da ministra do STF por investigação restrita 
Junia Gana 
30 de abril de 2014. 
BRASÍLIA - Após semanas de manobras protelatórias no Congresso, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), deu nesta terça-feira sinal verde para o início da CPI exclusiva da Petrobras. Confirmou, porém, que recorrerá ao pleno do Supremo Tribunal Federal (STF) contra a decisão da ministra Rosa Weber, que impediu a inclusão de outros assuntos nas investigações. Enquanto o STF não se pronuncia, poderão funcionar inclusive duas comissões de inquérito: uma só no Senado e outra com senadores e deputados (Leia mais)".

ELEIÇÕES: QUEDA DE DILMA NAS PESQUISAS NOCAUTEIA O PT



A presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, continua caindo nas pesquisas que avaliam as intenções de votos, um movimento descendente e contínuo que para estar desestruturando o PT.
Os motivos da queda estão estampados nas manchetes da imprensa, sendo que os principais estão relacionados com a má gestão da economia e com os escândalos que se sucedem, inclusive os que envolvem a Petrobras.
A queda tem provocado efeitos na base aliada, o que aumenta ainda mais a crise vivenciada pelo PT.
"O GLOBO
Queda de Dilma Rousseff na pesquisa CNT/MDA desorienta PT
PROS vai comunicar ao governo que poderá deixar a base, se não ganhar o Ministério da Integração Nacional
Publicado: 30/04/14 - 6h00
BRASÍLIA - O clima de perplexidade e desorientação tomou conta na terça-feira do PT e dos partidos da base aliada com a divulgação da pesquisa CNT/MDA que confirmou a tendência acelerada de queda da aprovação e de intenções de voto da presidente Dilma Rousseff. Pela primeira vez, a pesquisa aponta para a possibilidade de realização de um segundo turno nas eleições de outubro.
Os analistas ressaltaram que a rejeição a Dilma chegou aos 43,1% e que ela foi afetada pelo escândalo da Petrobras. E o pior: para os articuladores petistas, não há uma saída à vista. Nada do que foi feito na área de comunicação e lançamento de programas estancou a queda. E até mesmo a substituição do nome de Dilma pelo do ex-presidente Lula poderia ser eleitoralmente desastrosa (Leia mais)".

terça-feira, 29 de abril de 2014

BOMBEIROS DE BUZIOS NÃO POUPAM ESFORÇOS PARA SOCORRER VÍTIMA



Segundo informações colhidas com os bombeiros da área, os bombeiros atenderam uma colisão com vítimas com um AT, ou seja, com uma viatura d´agua. Obviamente, nossos bombeiros do AT ou ABS estão habilitados a realizar esse socorro e transporte. Não é o procedimento mais frequente, até porque a capital e áreas próximas tem uma boa cobertura de ASEs, mas no interior tudo é diferente. Por lá as unidades estão separadas por muitos quilômetros de estrada e horas de deslocamento. Nesse cenário, os frequentes apoios à outras unidades se transformam numa viagem de muitas horas, e aí, esperar a ASE vir de sabe lá Deus onde, não é exatamente a melhor opção. 
Quem é bombeiro sabe muito bem como é constrangedor ficar guarnecendo um local a espera de uma ambulância, principalmente quando não existe nenhum indicativo de gravidade nas lesões, e nesse caso concreto, o hospital confirmou que só tinham poucas escoriações. 
Bem que as viaturas poderiam ter os equipamentos para garantir um bom atendimento à população, principalmente no interior, onde nossos bombeiros precisam se virar nos trinta para socorrer a população.

Informação publicada no G1
Bombeiros improvisam prancha de surf no lugar da maca em Búzios, RJ
Duas pessoas ficaram feridas.
Bombeiros prestaram socorro às vitimas com uma prancha de surf.
Do G1 Região dos Lagos
Uma moto e um carro se envolveram em um acidente nesta segunda-feira (28) na saída de Armação dos Búzios, na Região dos Lagos do Rio. Duas pessoas ficaram feridas, mas o inusitado foi a forma de atendimento a estas vítimas. A reclamação dos moradores é a seguinte: eles acionaram o Corpo de bombeiros, que só chegou cerca de 40 minutos depois. Além da demora no socorro, a precariedade ficou evidente. O militar prestou socorro às vitimas, um casal que estava na moto, com uma prancha de surf. Os feridos foram encaminhados para o Hospital Municipal Doutor Rodolpho Perissé e sofreram apenas escoriações leves.

 Fonte: http://g1.globo.com/rj/regiao-dos-lagos/noticia/2014/04/bombeiros-improvisam-prancha-de-surf-no-lugar-da-maca-em-buzios-rj.html




AM: GREVE NA PM



"Portal A Crítica
Greve da PM no Amazonas é encerrada após acordo
Lideranças do movimento se reuniram com o governador José Melo na manhã desta segunda-feira (28) para buscar um acordo que atendesse aos anseios da categoria; entre as principais reivindicações está a mudança na lei de promoções da carreira
Manaus (AM), 28 de Abril de 2014
RENILDO RODRIGUES
Após uma reunião com o governador do Estado, José Melo, na manhã desta segunda-feira (28), os líderes da greve da Polícia Militar (PM), deflagrada na noite de domingo, decidiram encerrar a paralisação.
A decisão veio após um acordo firmado com Melo, que se comprometeu em atender as principais demandas dos manifestantes. De acordo com a ata da reunião, foram cinco reivindicações, todas relacionadas às condições de trabalho dos agentes.
O encontro ocorreu no Palácio do Governo, na Compensa, Zona Oeste de Manaus, e envolveu o secretário de Segurança, Paulo Roberto Vital, o chefe da Casa Civil, Raul Zaidan, os representantes da Associação dos Praças do Estado do Amazonas (Apeam), Platiny Soares e Gerson Feitosa, e lideranças do CPE, CPI e COM (Leia mais)".

OLIMPÍADAS 2016: "A SITUAÇÃO É CRÍTICA"


Os governantes brasileiros festejaram efusivamente a conquista pelo Brasil das realizações da Copa do Mundo de Futebol 2014 e das Olimpíadas 2016.
No primeiro momento, uma parcela da população festejou, embalada pelas comemorações que explodiram nas manchetes da imprensa, mas bastou a primeira revelação sobre os custos da reconstrução e da construção de estádios para a Copa 2014 para abrir os olhos da população que foi para as ruas protestar.
Hoje, a quase da população sabe que não foi um bom negócio para o povo brasileiro sediar os dois mega eventos.
Um país que ainda padece com falta de saneamento básico, por exemplo, não pode se dar ao luxo de sediar eventos esportivos dessa magnitude.
Paralelamente ao descontentamento popular, surgiram também as críticas da FIFA e do COI em razão dos atrasos nas realizações das obras. 
Nessa terça-feira o jornal O Dia publicou que "não é só a Copa do Mundo que é alvo de críticas de autoridades internacionais. A Olimpíada também está na mira. Nesta terça-feira, John Coates, vice-presidente do COI, afirmou que os preparativos para os Jogos de 2016 são os piores que ele já presenciou. Coates ressaltou que o Comitê Olímpico foi obrigado a tomar medidas drásticas para manter a competição no Rio de Janeiro. No seu ponto de vista, "a situação é crítica" (Link).
Resumo:
O dinheiro público que poderia melhorar a péssima qualidade dos serviços públicos oferecidos à população brasileira está sendo gasto em eventos esportivos, contrariando a vontade do povo e passando uma imagem negativa do Brasil em razão da incompetência dos governantes. Se isso não bastasse, os ingressos são tão caros para os jogos da Copa que o povo vai ter que assistir pela televisão, como se a Copa fosse realizada em qualquer outro país.

DIGA NÃO RACISMO! NUNCA PERCA A FÉ NA HUMANIDADE



O jogador Daniel Alves do Barcelona se preparava para cobrar um escanteio quando uma banana foi atirada no campo, próxima ao local onde ele estava. O jogador não pensou duas vezes, pegou a banana, descascou e comeu. 
Daniel recebeu um limão e fez uma limonada, como ensina o dito popular.
Apesar da simplicidade do ato, ele está tendo uma repercussão mundial extraordinária em face do simbolismo contido nele.
O autor do ato viu em poucos segundos a sua estupidez ser transformada em mais uma bandeira contra o racismo que ele demonstrou, essa prática odiosa para diferenciar seres humanos.
O tiro saiu pela culatra, como ensina outro dito popular.
O racista além de violentar a humanidade com abominável discriminação, demonstra não conhecer nem a verdade científica sobre a determinação da cor da pele.
A genética nos ensina que é ínfimo o percentual genético que estabelece a diferença entre a cor da pele dos seres humanos.
Sendo pragmático, cito o caso do famoso cantor "Neguinho da Beija-Flor" que participou de um estudo que determinou que geneticamente ele é mais europeu do que africano (Link).
Somos todos iguais, gostem ou não os racistas.
Os que praticam esse preconceito se afastam cada vez mais da humanidade e de Deus.
Diga não ao racismo.
Diga não a toda forma de preconceito.
Somos todos iguais.

O RIO DE JANEIRO ESTÁ NAS MÃOS DA BANDIDAGEM



A população fluminense está acuada pela violência.
Atos de desordem e vandalismo viraram fatos corriqueiros.
Ônibus e veículos particulares são incendiados diariamente.
Ontem, uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) foi invadida por criminosos no Complexo do Alemão e teve as suas instalações destruídas. Uma médica fugiu pela janela e um enfermeiro era agredido a pauladas, sendo quatro ônibus incendiados.
No meio desse caos completo, Policiais Militares se arriscam para restabelecer a ordem pública e acabam sendo responsabilizados publicamente por mortes de moradores ocorridas durante os confrontos.
A postura de parte da imprensa é de todo condenável, pois basta ser constatada uma morte em uma comunidade para que noticiem que os Policiais Militares podem ser os culpados.
Enquanto são acusados os Policiais Militares continuam sendo mortos e feridos.
Só nos resta rogar à Deus que os proteja, nesse cenário caótico.
Quem deveria estar sendo responsabilizado pela imprensa continua sendo preservado por ela e pousando como o grande gestor da "pacificação".
O Rio de Janeiro está em chamas isso há menos de dois meses da realização da Copa do Mundo.
A desordem, o vandalismo e as mortes estão sendo noticiadas por todo mundo.
A população fluminense não merece o péssimo governo que tem.
Governantes que tem a incompetência como marca registrada.
Fonte: O Globo

segunda-feira, 28 de abril de 2014

DONA DALVA, A MAIS NOVA VÍTIMA DOS ERROS DA "PACIFICAÇÃO"



Hoje não é mais segredo, a pressa em implantar cada vez mais UPPs para atender interesses eleitorais, gerou uma série de problema no denominado processo de pacificação desenvolvido pelo governo Cabral-Pezão.
No intuito de agilizar a implantação o governo optou por não tentar prender os criminosos, avisando antes da ocupação, o que permitia a fuga de muitos com suas armas. Pior, para não gerar confrontos nas comunidades após a implantação das UPPs, o governo não reprimiu com o rigor necessário os traficantes que permaneceram nas comunidades. Isso fez com que "convivessem" nas comunidades traficantes e Policiais Militares.
Os atuais confrontos que estão vitimando moradores são uma consequência da repressão adiada pelo governo Cabral-Pezão.
Meus sinceros pêsames aos familiares da senhora Arlinda, a mais nova vítima dos erros da "pacificação".
"JORNAL O DIA 
28/04/2014 10:41:16
Idosa morta no Complexo do Alemão comemorava aniversário de 72 anos
Arlinda Bezerra de Assis foi atingida por dois tiros ao tentar proteger criança durante tiroteio entre PMs e traficantes 
GABRIEL SABÓIA
Rio - Uma celebração terminou de forma trágica no Complexo do Alemão na noite de domingo. Arlinda Bezerra de Assis, a idosa que morreu ao ser baleada durante tiroteio entre PMs da UPP Nova Brasília e traficantes comemorava seus 72 anos, em casa, com a família. Conhecida na comunidade como Dona Dalva, foi atingida por dois tiros, um na barriga e outro na virilha, e morreu a dez metros do portão de casa. 
"Era um dia de confraternização familiar, de felicidade, mas acabou sendo de luto geral. Ouvi apenas o grito da minha avó, antes de correr com a minha família e ver o que tinha acontecido", afirmou na manhã desta segunda-feira, Tamires Assis, neta da vítima. 
Segundo familiares, com o fim do confronto, Arlinda Bezerra resolveu deixar o sobrinho-neto em casa. Parentes pediram para que a idosa esperasse um pouco mais, porém ela disse que "não tinha problema". De acordo com a criança, que está em estado de choque, ao perceber que o tiroteio tinha voltado, ela disse: "meu filho, por favor, se esconde atrás da vovó". 
A família de Arlinda Bezerra está no Instituto Médico Legal esperando a chegada do corpo. O sepultamento ainda não tem data para acontecer (Leia mais).

DIA INTERNACIONAL DA EDUCAÇÃO - 28 DE ABRIL


EDUCAÇÃO É PROGRESSO

Imagem: internet

MOBILIDADE URBANA: INVESTIR EM CICLOVIAS É URGENTE NO RIO DE JANEIRO




A mobilidade urbana é uma preocupação crescente nas grandes cidades que não foram devidamente planejadas ao longo do seu crescimento populacional para permitir que a população circulasse com a necessária facilidade.
O Rio de Janeiro padece desse mal, pois não investiu adequadamente nos transportes públicos, principalmente no transporte através de trens e do metrô, sendo saturada com transportes coletivos feitos em ônibus.
O trânsito no Rio é caótico.
Atualmente, a prefeitura tem investido na realização de obras para a implantação de transportes públicos dos tipos BRT e VLT para tentar minimizar os problemas, mas como as obras estão sendo realizadas sem a necessária preocupação com a atual mobilidade urbana, no intuito de promovê-la no futuro por meio dessas obras, a prefeitura tem provocado o inverso: a imobilidade urbana. Uma paralisação que se materializa nos intermináveis congestionamentos que se espalham diariamente por toda cidade maravilhosa.
A população espera que ao final das obras, após tanto desconforto, os resultados sejam positivos.
Infelizmente, na direção da melhor mobilidade urbana não temos assistido a ampliação da nossa rede de ciclovias com a velocidade necessária, um aumento que além de melhorar a mobilidade, trás o ganho significativo em saúde para seus usuários.
A rede de ciclovias tem que ser ampliada para que tenha capilaridade por toda cidade e não apenas na Zona Sul e no Centro.
Investir em ciclovias é urgente.

MORTE DE DG: O PROTESTO DE UM "POLICIAL MILITAR"



Uma fotografia com relação à morte do dançarino do programa Esquenta da Rede Globo circula pelas redes sociais. Ela representa um protesto de um "Policial Militar" que faz uso de um recurso que tem se popularizado, ou seja, ser fotografado com um cartaz trazendo uma mensagem de protesto.
No cartaz está escrita a seguinte frase:
"#Eu não mereço ser assassinado, pois sou trabalhador e não curto churrasco churrasco com traficante em qualquer comunidade..."
Ao fundo uma televisão exibe o programa Esquenta que homenageou DG.
O suposto PM encontrou uma forma de protestar contra a imputação que está sendo feita aos Policiais Militares no caso.
Protestos à parte, o importante é aguardar o final das investigações para responsabilizar os culpados, ninguém tem o direito de fazer pré-julgamentos. 

COPA DO MUNDO: REMOÇÕES E VIOLAÇÕES DOS DIREITOS HUMANOS



"JORNAL DO BRASIL
27/04 às 13h41 - Atualizada em 27/04 às 14h56
Copa Popular mostra "lado B" do Mundial: remoções e violação de direitos humanos Evento aconteceu no Morro Dona Marta, no qual 150 casas estão sendo ameaçadas
Ana Luiza Albuquerque*
O Comitê Popular da Copa e Olimpíadas organizou neste domingo (27) a primeira etapa da Copa Popular 2014. O evento tem como principal objetivo mostrar o "lado B" dos grandes eventos esportivos no Rio, como os próprios participantes falam. A Copa Popular reúne pessoas que tiveram seus direitos violados por causa da realização das competições. A primeira partida aconteceu no Morro Dona Morta, na Zona Sul do Rio de Janeiro. "A Copa Popular deste ano, assim como foi em 2013, tem o objetivo de mostrar o lado que fica à sombra dos grandes eventos, o lado da violação dos direitos humanos. Em 2014, ampliamos não só para as pessoas que estão ameaçadas de remoção, mas também para os camelôs, que foram impedidos de trabalhar nos arredores dos estádios na Copa, e para a Frente Nacional dos Torcedores, que luta contra a elitização do futebol. Os jogos vão acontecer em diferentes partes da cidade para mostrar que os problemas não são pontuais, que é uma conjuntura", explica Renato Cosentino, organizador do campeonato e integrante da ONG Justiça Global.
Renato critica de forma incisiva as remoções feitas em função dos grandes eventos. "A Copa tem o grande apelo do turismo. O pico do Dona Marta, de lugar mais desvalorizado do morro, se tornou o mais valorizada, porque a vista é bonita e tem a trilha ecológica. Há um interesse forte do mercado, principalmente turístico. Agora há a ameaça de remoção de 150 casas nesta área. Afirmam que é um local de risco, mas existe contenção desde 1980. O que acontece é uma tentativa de apagar a história da raiz do morro, porque essas casas são as mais antigas, algumas existem desde a década de 40. Os eventos tentam limpar as áreas mais nobres", denuncia (Leiam mais).

domingo, 27 de abril de 2014

"FORA UPP!" UM GRITO DE APOIO AO TRÁFICO


Os problemas decorrentes dos erros na implantação das UPPs são inúmeros e evidentes. Eles não resistiram nem ao silêncio da imprensa sobre eles, isso em razão de sua recorrência, o que fez que se tornassem públicos. 
Citando um exemplo: quem hoje não sabe que o governo Cabral-Pezão transferiu traficantes para outros bairros e municípios para implantar as UPPs a partir da Zona Sul do Rio de Janeiro?
Sim, o projeto é um conjunto de erros e raros acertos, mas não pode ser interrompido o policiamento ostensivo nas comunidades carentes, pois isso é um direito dos moradores.
Sim, a gestão da segurança pública precisa mudar de mãos no Rio de Janeiro para que o projeto das UPPs possa ser consertado, pois os problemas só crescem na gestão Beltrame.
Sim, os moradores também possuem o direito de protestar quando avaliam como errada uma ação dos PMs que integram as UPPs, mas não podem pedir o fim das UPPs, isso é abrir mão de um direito e significa um apoio aos traficantes de drogas.
Os cartazes que foram usados na manifestação em Copacabana (imagem) não podem ser usados pela população ordeira das comunidades carentes.
Foto original: Jornal Extra.



INVESTIGAÇÃO: O PERIGO DA PRECIPITAÇÃO POR PARTE DA POLÍCIA E DA IMPRENSA



Investigar um fato requer uma série de boas qualidades, uma delas é a cautela, pois ao final os resultados podem  mostrar uma realidade muito diferente das primeiras observações.
Sem a devida cautela o investigador pode contribuir para uma formação de opinião errada sobre os fatos, isso em virtude das investigações serem comentadas com a imprensa, que acaba repercutindo uma informação falsa para a população.
O Coronel do Exército Paulo Malhães prestou depoimento para a Comissão da Verdade, quando confessou ter praticado de crimes. Na quinta-feira, dia 24 de abril, ele foi encontrado morto, isso após um assalto praticado em sua residência.
Logo se espalhou a ideia de que se tratava de uma queima de arquivo feita por "agentes da ditadura" e que ele tinha sido morto por sufocamento.
A notícia se espalhou pelas redes sociais.
Na Guia de Sepultamento consta que ele morreu de edema pulmonar, isquemia do miocárdio e miocardiopatia hipertrófica.
Qual é a verdade?
Só o final das investigações poderá apontar.
É preciso que a polícia e a imprensa tenham mais cuidado, isso em respeito à população que não pode receber informações precipitadas e que podem ser inverídicas.
Os Bombeiros e os Policiais Militares ao longo das mobilizações que se iniciaram no Rio de Janeiro em 2007 chegaram a ser acusados de "amotinados" pelo governo e pela imprensa, uma grande mentira.
Leia a matéria do Jornal do Brasil (Link).

GUARDA MUNICIPAL: PERMISSÃO DE USO DE ARMAS


Recentemente os Guardas Municipais do Rio de Janeiro passaram por mais um contratempo: lhes foram retiraradas todas e quaisquer armas com fito à proteção individual e visando a garantia dos direitos constitucionais dos munícipes. A interpretação da Lei Orgânica do município do Rio de Janeiro é feita com vistas à vontade do Executivo (mais precisamente do Prefeito), impondo à Guarda suas vontades e não a da coletividade e dos próprios Guardas Municipias. Além do desvio de função que os obrigou a fazer praticamente um policiamento ostensivo, o não uso de qualquer tipo de arma acarretou em ameaça direta à integridade física desses servidores, eis que a “população armada” é sabedora de que eles estão agora totalmente vulneráveis. Há Ação Civil Pública, promovida pelo Ministério Público em face do Município e da Guarda Municipal (processo nº 0183579-89.2013.8.19.0001) em que o citado MP requer junto ao judiciário que o Município seja compelido a afastar os agentes de sua Guarda Municipal do serviço de fiscalização de ambulantes no âmbito do Município do Rio de Janeiro, sendo estes obstados a apreender mercadorias, diante da ausência de atribuição legal destes agentes públicos para realizar estas atividades. Sustentou o MP que os agentes da Guarda Municipal no exercício das atividades supramencionadas vêm atuando de forma abusiva e violenta, atentando contra a dignidade humana dos ambulantes, utilizando-se, via de regra, de armas não-letais, cujo emprego seria vedado, conforme previsto no artigo 30, VII, da Lei Orgânica, que impede o uso de armas aos integrantes da Guarda Municipal e na Lei Municipal 1.876/92 que atribui a competência para a fiscalização de comércio ambulante aos Fiscais de Atividades Econômicas e aos Agentes de Inspeção de Controle Urbano. A Juíza Margaret de Olivaes Valle dos Santos, da 6ª vara da Fazenda Pública do estado do Rio de Janeiro, indeferiu o pedido liminar sob o argumento de que os fatos vêm sendo investigados pelo Ministério Público desde 2009 e, portanto, passados quatro anos, não houve até agora qualquer comprovação de que estes tenham se agravado no período imediatamente anterior à propositura da Ação Civil Pública a afastar a urgência da medida pretendia. Contudo, o MP recorreu ao Tribunal de Justiça (agravo de instrumento nº 0034809-60.2013.8.19.0000), reiterando aos Desembargadores os pedidos liminares negados pela juíza. Em decisão não recorrida pelo Município e pela GM, o Desembargador da 22ª Câmara Cível, Dr. Carlos Eduardo Moreira da Silva, deferiu parcialmente os pedidos do MP apenas para coibir a utilização do spray de pimenta e tasers pelos Agentes da Guarda Municipal do Rio de Janeiro. O processo ainda está longe de ter uma solução final. Em 24 de abril do corrente ano, o Congresso aprovou o Projeto de Lei nº 1332/2003, que dispõe sobre o Estatuto Geral das Guardas Municipais. O art. 16 assim reza:
Art. 16. Aos guardas municipais é autorizado o porte de arma de fogo, conforme previsto em lei. Parágrafo único. Suspende-se o direito ao porte de arma de fogo em razão de restrição médica, decisão judicial ou justificativa da adoção da medida pelo respectivo dirigente.
O projeto irá agora tramitar no Senado. Se aprovado, seguirá para a Presidência. Com base na vontade popular e agasalhado pelas demais guardas de diversos municípios que se utilizam de armas não letais, a alteração do inciso visa garantir que não ocorra ameaça diretamente a integridade física dos guardas municipais, que ao exercerem sua função de manter o ordenamento urbano ficam sujeitos a qualquer tipo de reação de quem for abordado, inclusive com agressões. Por fim, com a supressão da parte que diz “que não façam uso de armas”, podemos discutir se haverá ou não a permissão de uso e quais armas seriam permitidas através de Lei Complementar e não por força impositiva de uma Lei Orgânica. Assim, hoje, em 25 de abril de 2014, iniciei o processo de criação de Projeto de Emenda à Lei Orgânica que visa alterar o inciso VI do art. 30. Para que o P.E.L.O. possa ir às Comissões e depois à votação, preciso contar com 17 assinaturas denominadas “apoiamento”. Hoje consegui apenas o apoio de 9 vereadores, a saber: César Maia, Eduardo Moura, Cristiane Brasil, Jefferson Moura, Paulo Messina, Carlos Bolssonaro, Eliomar Coelho, Vera Lins e Eliseu Kessler. Desta forma, convoco os Guardas Municipais para que falem com seus vereadores, pedindo a eles que apoiem o P.E.L.O., assinando o requerimento.

PETROBRAS, A CRISE SE AGRAVA A CADA DIA



A novidade é que o governo do PT está agora sendo acusado de provocar um rombo no fundo de aposentadoria dos funcionários da Petrobras, o PETROS.
Apos o escândalo envolvendo a compra de uma refinaria, fato que será investigado por meio de uma CPI mista no Congresso Nacional, surge esse novo problema para o governo Dilma explicar.
O Conselho Fiscal do PETROS não aprovou as contas.
Leia a denúncia (Link).

DIA DE FÚRIA DE REPÓRTER DA TV GLOBO E A REVOLTA DO POVO



Ao longo da cobertura dos protestos que ocorreram em Copacabana após o sepultamento do dançarino DG, participante do Programa Esquenta da Rede Globo, uma repórter teve um acesso de raiva com a equipe em virtude de um problema no microfone. 
Identificada como da Rede Globo, toda a equipe passou a ser alvo de xingamentos de populares. 
Isso tem sido recorrente nas ruas, tanto que a Rede Globo adotou algumas ações defensivas:
- as equipes não são mais identificadas, o logotipo não aparece nas vestimentas.
- a cobertura passou a ser feita do alto de prédios e de helicópteros, exatamente para evitar o contato com o público. 
Assista o vídeo e constate a difícil situação que as equipes de reportagem da Rede Globo vivenciam nas ruas.
Alerto que o vídeo contém, palavras de calão.


 

sábado, 26 de abril de 2014

A TV GLOBO E A DIFERENÇA ENTRE OS MORTOS

 

 Homens e mulheres do bem de todo mundo lutam para diminuir a desigualdade social entre os seres humanos.
Uma luta desenvolvida através de ações filantrópicas, isso na maioria das vezes, pois os governantes pouco ou nada fazem, apesar de serem os grandes responsáveis por promover essas mudanças.
No Brasil os governantes preferem não investir na educação, o caminho para promover a igualdade, pois preferem distribuir doações em dinheiro que acabam escravizando o povo na desigualdade e criando verdadeiros currais eleitorais através da doação do nosso dinheiro.
A desigualdade ocorre até onde parecia ocorrer igualdade, como no caso das duas pessoas assassinadas no Pavão-Pavãozinho.
Ambos eram pobres.
Um apresentava problemas na saúde mental, como a imprensa noticiou. Sua morte foi praticamente esquecida pela imprensa. Outro era dançarino de um programa da T V Globo e pode ter envolvimento com os traficantes locais, como a imprensa também noticiou. A morte do dançarino está tendo uma repercussão extraordinária, só porque ele trabalhava na Globo, certamente.
Pensem sobre isso e leia uma matéria que trata do tema.
Jornal do Brasil
25/04 às 11h36 - Atualizada em 25/04 às 13h12
As mortes de prestígio e as mortes sem prestígio
As circunstâncias da morte do dançarino Douglas, que trabalhava em grande empresa de comunicação, tem recebido acusações pesadas. Evidenciadas pela forte mobilização midiática, estas circunstâncias são alvo de graves denúncias por parte dos familiares de Douglas, que acusam e colocam em dúvida para 80 milhões de telespectadores o comportamento das polícias militares e civis.
As autoridades têm dado ao caso assistência e atenção próprias de homens responsáveis pela segurança e pelos direitos humanos.
Na morte de Douglas houve protestos, incêndios e depredações. A polícia reagiu contra os apontados como homens do banditismo ligados à droga.
Protesto após o enterro do corpo de Douglas
Assistimos à reação por parte do povo e à reação por parte da polícia. Reações bem diferentes da dada em solidariedade ao outro morto no episódio no Pavão-Pavãozinho, Edilson da Silva dos Santos, que até agora ninguém quer saber como e por que morreu. O que nós sabemos é que este não tem padrinho.
Como não tinha também Amarildo, cujo corpo até hoje não apareceu e seu desaparecimento, na Rocinha, só começou a ser apurado após inúmeros protestos dos moradores da comunidade. Como não tinha também Claudia, baleada e arrastada por uma viatura da polícia, caso que só veio à tona porque foi filmado por um motorista que passava no local na hora. Ou ainda a menina Maria Eduarda da Silva, de 12 anos, vítima de bala perdida na favela Para Pedro.
O secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, afirmou que para se chegar aos culpados pela morte de Douglas "cortará na carne", se for preciso. E quantas carnes já foram cortadas com as inúmeras mortes sem solução que o Rio assiste?
Mas a diferença na forma de tratamento permite aos que pensam e aos 80 milhões de telespectadores perceber que é clara a discriminação de uma população. Como aliás diz hoje o jornal El Pais, no artigo Brasil vive uma crise de segurança há dois meses do Mundial: as autoridades tratam esta comunidade como "cidadãos de segunda".
E agora, podemos afirmar que os que não têm padrinho são "cidadãos de terceira".

A COPA DO MUNDO E A CRISE DE INSEGURANÇA NO RIO

 
 
A Copa do Mundo e a crise de insegurança vivenciada no Rio de Janeiro.
"Jornal do Brasil
25/04 às 12h31 - Atualizada em 25/04 às 13h10
'El País': Brasil vive crise de segurança faltando dois meses para a Copa
Conflitos no Pavão-Pavãozinho... reacenderam dúvidas sobre capacidade do Brasil de organizar megaevento
O jornal espanhol El País abordou, em matéria desta sexta-feira (25), a crise na área de segurança pela qual o Brasil estaria passando em um momento no qual faltam apenas dois meses para a Copa do Mundo.
O jornal diz que, faltando 50 dias para o início da Copa do Mundo, as autoridades estaduais e federais não imaginavam que imagens dos conflitos de terça-feira (22) no Rio de Janeiro seriam amplamente divulgadas pela imprensa internacional, lançando uma nova sombra de dúvidas acerca da capacidade de o Brasil organizar um evento de grandes proporções sem incidentes. Os conflitos abordados na matéria aconteceram por volta das 18h desta terça-feira, quando uma manifestação tomou conta do entorno da comunidade Pavão-Pavãozinho, na Zona Sul do Rio. O protesto teve carros queimados, ruas foram fechadas e o dançarino Douglas Rafael da Silva Pereira foi encontrado morto.
Na matéria, o jornal diz também que armas de guerra voltaram a se disseminar nos subúrbios cariocas em paralelo ao sentimento de insatisfação nas comunidades com a ineficiência das Unidades de Polícia Pacificadora, que seriam vistas como uma versão romantizada da Polícia Militar – conhecida pelos altos índices de corrupção "até a medula" e truculência, de acordo com a reportagem".

UMA BOA NOTÍCIA CONTRA OS MAUS TRATOS CONTRA ANIMAIS

 
 
Uma boa notícia contra os maus tratos em animais desenvolvidos ao longo de pesquisas.
"O GLOBO
Pele humana criada em laboratório pode substituir testes cosméticos realizados em animais
Cientistas utilizaram células reprogramadas para produz...ir suprimento ilimitado do principal tipo de pele encontrado na epiderme (Leia mais)".
 

OPORTUNIDADE! FAETEC OFERECE 19.000 VAGAS PARA CURSOS GRATUITOS


 
 
Oportunidade!
FAETEC oferece 19.000 vagas para cursos gratuitos.
Leia a reportagem e conheça as oportunidades:
"Jornal O Dia
Faetec abre 19 mil vagas gratuitas em 73 cursos
Inscrições começam na segunda e vão até 11 de maio. Aulas iniciam em 30 de junho
HENRIQUE MORAES
Rio - A Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec) abre na segunda-feira inscrições para 19.642 vagas em 73 cursos gratuitos de qualificação profissional. As oportunidades são distribuídas em 90 unidades da instituição no estado. Os interessados têm até 11 de maio para se inscrever, somente pelo site ( www.faetec.rj.gov.br ), por meio do link “Inscrições para os cursos FIC de Qualificação Profissional” (Leia mais)"
 

VACINAÇÃO CONTRA GRIPE - HOJE É O DIA D

 
 
Campanha Nacional
Hoje é o "Dia D" da vacinação contra a gripe.
Previsão é de que todos os Postos de Saúde estejam funcionando.
Não descuide.
Crianças de seis meses até cinco anos e idosos estão entre os beneficiados.

UPPs: O 'POLICIAMENTO DE PROXIMIDADE" VIROU "CONFRONTO DE PROXIMIDADE"


Os moradores das comunidades carentes têm o direito de receber todos os serviços públicos, inclusive segurança. Assim sendo, ninguém pode ser contra os GPAEs ou UPPs que estão sendo implantados, mas está evidente que a implantação está repl...eta de erros. Nas UPPs devia estar , sendo desenvolvido o "policiamento de proximidade" como anunciou o governo. Infelizmente os erros de Beltrame levaram a essa situação absurda, muito bem retratada na reportagem:
"Jornal O Dia"
26/04/2014 07:28:53
PM é ferido na cabeça por suspeito no Pavão-Pavãozinho
Soldado foi atingido por caneca, na localidade conhecida como Beco do Mituca, no alto do morro
odia.com.br
O clima continua tenso na comunidade do Pavão-Pavãozinho quatro dias após a morte do dançarino Douglas Rafael da Silva, o DG, do programa 'Esquenta', da TV Globo.
Por volta das 20h30 desta sexta-feira, o soldado Barcellos, da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade, foi atingido por um caneca de açucar, na localidade conhecida como Beco do Mituca, no alto do morro.
Segundo o PM, ele e outros policiais patrulhavam a região quando abordaram um homem em cima de uma laje. Ao solicitar que o suspeito descesse para ser revistado, o homem se recusou e lançou o objeto, ferindo o militar na cabeça. Ele foi levado para o Hospital Central da PM, no Estácio, e levou seis pontos.
De acordo com o soldado e colegas dele que foram registrar a ocorrência na 13ª DP (Copacabana), o suspeito de lançar a caneca é conhecido pelo vulgo de Sniper (termo em inglês que significa atirador de elite). Ele é apontado pela polícia como integrante da quadrilha que ainda atua na venda de drogas na comunidade. Ele também é reconhecido pelos militares por participar de vários confrontos armados.
Os próprios policiais da UPP classificaram o clima com a comunidade como tenso e hostil, principalmente após a morte de DG. "É pedrada, garrafada e xingamento contra nós todos os dias", disse um dos militares".
Ver mais

sexta-feira, 25 de abril de 2014

NITERÓI: A VIOLÊNCIA, OS BOATOS E A IRRESPONSABILIDADE DA IMPRENSA

(Fonte: O Dia)

A população de Niterói está acuada pela violência que cresceu no município após a implantação das UPPs no município do Rio de Janeiro e a migração dos criminosos. 
Ontem, Niterói viveu um "toque de recolher" com a chegada da noite, um completo absurdo no país da Copa e das Olimpíadas.
O editorial do jornal O Dia é oportuno, pois lembra o perigo dos boatos que se espalham rapidamente entre a população, construindo uma sensação de insegurança generalizada.
O editorialista escreve que a "mentirada" é usada para enfraquecer as UPPs, citando um exemplo do uso dos boatos com conotação política.
Ele não deixa de ter razão em alguns pontos, mas não podemos fugir de duas verdades:
A violência é real, isso não pode ser mascarado.
Além disso, a "mentirada" pode também gerar outros efeitos, como transmitir uma "pacificação" que nunca existiu, mas que boa parte da imprensa apoiou no curso da implantação das UPPs, omitindo os erros do projeto por meses e meses.
A "mentirada" de parte da imprensa nesse caso foi favorável ao governo Cabral-Pezão e foi contra o povo que chegou a acreditar que as UPPs seriam uma solução, quando na verdade se constituíram em problema para vários bairros e municípios, como Niterói, que receberam os criminosos que não foram presos por erro da secretaria de segurança.
O povo foi enganado por parte da imprensa e, infelizmente, para atender interesses políticos e comerciais, salvo melhor juízo.
É bom a imprensa lembrar dessa verdade, antes de espalhar "boatos" ou "mentiradas".


DG, TESTEMUNHA DA "PACIFICAÇÃO" - MÁRVIO DOS ANJOS

(Fonte: Destak)

O editorial do Destak trata da falácia da "pacificação" nas comunidades ocupadas com Unidades de Polícia Pacificadora, destacando que ela não existe e citando alguns efeitos colaterais.
Eu tenho abordado o tema quase que diariamente, isso é inevitável, pois o único projeto do governo fracassou e com isso aumentou a insegurança no estado do Rio de Janeiro, inclusive em razão de ter "espalhado" criminosos para implantar rapidamente o maior número possível de UPPs.
Todos e todas temos o dever de defender a implantação de policiamento nas comunidades carentes, isso é um direito dos moradores, mas temos que rever por completo a forma como isso está sendo feito, pois os erros são gritantes.

RIO: VIGILANTES PROTESTAM E AMEAÇAM GREVE NA COPA DO MUNDO


(Povo do Rio)

LINHA AMARELA - PEDÁGIO - GRATUIDADE PARA IDOSOS E DEFICIENTES

(Jornal Extra)



quinta-feira, 24 de abril de 2014

NITERÓI: POPULAÇÃO ACUADA PELO MEDO

A violência se espalhou por todo estado do Rio de Janeiro.
A população fluminense está aterrorizada.
Enquanto isso, a propaganda do governo Pezão na televisão mostra um Rio de Janeiro que não existe.

(O Dia)

UPPs: ERROS GROSSEIROS DO GOVERNO


(Jornal Extra)

Policiar as comunidades carentes é uma necessidade imperiosa para que o Estado possa recuperar não só o território, mas também os monopólios do uso da força e da justiça, por exemplo.
Ao longo dos anos a Polícia Militar tentou cumprir essa missão, mas em face da carência de efetivos, os postos instalados nas comunidades carentes (Destacamentos de Policiamento Ostensivo e Postos de Policiamento Comunitário) tinham um efetivo reduzido e não tinham condições de se opor ao domínio dos criminosos. 
Uma tentativa de enfrentar esse problema foi o CIPOC implantado na Cidade de Deus, o Centro Integrado de Policiamento Comunitário, que possuía um efetivo maior.
Não é errado afirmar que os Grupamentos de Policiamento em Áreas Especiais (GPAEs) seguiram essa tendência de colocar efetivos maiores que os existentes nos DPOs e PPCs para policiar as comunidades. O GPAE do Morro do Cavalão em Niterói foi um grande sucesso, citando um exemplo, onde por mais de três anos não ocorreu nenhum disparo de arma de fogo.
O GPAE do Cavalão foi implantado no comando do Coronel PM Wilton Soares Ribeiro, isso em 2006.
As UPPs são GPAEs com efetivos maiores, seguindo a direção do aumento dos efetivos nas comunidades, mas a forma de implantação é inteiramente equivocada e a cada dia mostra mais defeitos do que virtudes.
Um projeto implantado de forma errada e que consome 10.000 Policiais Militares.
Ninguém quer o fim das UPPs, mas se faz necessário a mudança da gestão da segurança pública.
As UPPs podem dar certo, torço por isso, mas conduzidas por mãos mais competentes.

A VIOLÊNCIA, A DESORDEM E O VANDALISMO NO RIO REPERCUTEM NO MUNDO



As cenas de violência, desordem e vandalismo que ocorreram no bairro de Copacabana (Zona Sul) repercutiram em jornais de vários países, sendo que em muitos deles foi feito uma referência à realização da Copa do Mundo.
Tudo isso revela como o Brasil não está preparando para a realização de grandes eventos esportivos. 
Eis algumas das notícias:
- “The New York Times”: "Brasil: violência letal emerge no Rio"
- “Le Monde”: "Tumulto no Rio de Janeiro dois meses antes da Copa do Mundo". 
- “CNN”: "Uma pessoa morre em protestos violentos que incendiaram a Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro" 
- “Aljazeera”: "Favela 'pacificada' no Rio atingida por violência". 
- “El País”: "a violência e a comoção social não dão trégua no Rio de Janeiro a menos de dois meses do início da Copa do Mundo"
- “The Guardian“: "Morte de dançarino provoca confrontos no Rio". 
- "BBC" - "Manifestantes entram em confronto pela morte de dançarino no Rio"
Fonte: O Globo.

ESCÂNDALO DA PETROBRAS: CPI EXCLUSIVA APROVADA



Os brasileiros conseguiram uma importantíssima vitória com a decisão da Ministra do Supremo Tribunal Federal Rosa Weber de ser desenvolvida uma CPI exclusiva da Petrobras. 
Não custa lembrar que o governo com sua base tentou colocar outros temas na CPI, isso com o claro intuito de tumultuar os trabalhos da CPI.



POLICIAIS FEMININAS CONQUISTAM APOSENTADORIA ESPECIAL



As mulheres policiais do Brasil obtiveram uma importante vitória sobre uma reivindicação antiga: a aposentadoria aos 25 anos.
Parabéns pela luta e pela conquista.
"ATUALIDADES DO DIREITO 
23 de abril de 2014 8:37 - Atualizado em 23 de abril de 2014 8:37 
Câmara aprova aposentadoria especial para mulher policial
O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira o PLCr 275/01, do Senado, que permite a aposentadoria voluntária da policial mulher com 25 anos de contribuição, desde que contem com, pelo menos, 15 anos de exercício de cargo de natureza estritamente policial (Fonte)".

quarta-feira, 23 de abril de 2014

ATENÇÃO, SERVIDORES! PAES ANTECIPA SALÁRIO, PEZÃO NÃO...


"JORNAL O DIA
Coluna do Servidor
22/04/2014 23:50:24
Prefeitura do Rio antecipa salário de servidores ativos
Grupo vai receber na mesma data em que aposentados e pensionistas sacam seus pagamentos
ALESSANDRA HORTO
Rio - Os servidores ativos da Prefeitura do Rio vão receber o salário de abril mais cedo, em 2 de maio e não mais no dia 5, como prevê o calendário oficial. O prefeito Eduardo Paes decidiu nesta terça-feira antecipar o pagamento para o primeiro dia útil do mês. Com isso, o grupo vai receber na mesma data em que aposentados e pensionistas sacam seus pagamentos.
Ao todo, 160 mil vão ter o dinheiro liberado em 2 de maio. O decreto com a antecipação sai na sexta-feira no Diário Oficial. A medida para ativos será uma forma de aliviar o bolso entre o feriado de 1º de Maio, Dia do Trabalhador, e o fim de semana. No Estado do Rio, não há previsão para mudanças no calendário. Está mantido o pagamento dos servidores ativos dia 5. Ainda não está decidido se dia 2 de maio será ponto facultativo nas repartições da Prefeitura do Rio. No estado, por enquanto, não será. E, no governo federal, o expediente será normal dia 2 de maio. A portaria publicada pelo Ministério do Planejamento e Gestão em 3 de janeiro, que prevê os feriados e pontos facultativos no ano, não estabelece que a sexta-feira após o feriado de 1º de maio vai ser de folga para servidores (Fonte)".

PETROBRAS: HORA DE ABRIR A CAIXA PRETA


 
O povo brasileiro precisa conhecer toda a verdade sobre a Petrobras.
Tudo precisa ser esclarecido nos seus mínimos detalhes.
A responsabilidade individual por cada erro precisa ser atribuída, goste o governo ou não.
Se a presidente Dilma tem responsabilidade, ela que arque com isso.
Para esclarecer se ela tem ou não tem, só uma investigação poderá esclarecer e isentá-la ou não desse desastre que foi para a Petrobras e para o Brasil: a compra da refinaria de Pasadena.
"O GLOBO
Comissões da Câmara aprovam convite para que Gabrielli e Cerveró falem sobre Pasadena
Em entrevista, ex-presidente da Petrobras disse que Dilma Rousseff precisava “assumir suas responsabilidades”
PAULO CELSO PEREIRA
Publicado: 23/04/14 - 11h24 Atualizado: 23/04/14 - 14h13
O convite das comissões foi uma reação aos recentes depoimentos de Gabrielli
BRASÍLIA - Três comissões da Câmara aprovaram na manhã desta quarta-feira convite ao ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli para que ele fale sobre a compra da refinaria de Pasadena, nos EUA. O convite foi uma reação da oposição à entrevista que Gabrielli deu ao jornal “O Estado de S.Paulo”, na qual afirmou que a presidente Dilma Rousseff precisava “assumir suas responsabilidades” no caso. A primeira comissão a aprovar o pedido foi a de Desenvolvimento Econômico. Minutos depois, o PT ainda tentou conter que o mesmo ocorresse na Comissão de Relações Exteriores, mas sem sucesso. Com os dois requerimentos já aprovados, até mesmo os petistas José Guimarães (CE) e Edson Santos (RJ) apoiaram o pedido idêntico que estava sendo analisado na Comissão de Fiscalização e Controle da Casa.
— Não temos que temer qualquer debate. Minha linha é de que o governo deve conviver democraticamente com os convites e evitar o mata-mata entre o governo e a oposição. Convocação não dá e não vir também não dá. Tenho a opinião que todas as vezes em que os ministros vieram convidados deram um show aqui. Essa relação amistosa em convidar é boa para o parlamento — defendeu o vice-líder do governo José Guimarães (Leia mais)".

"AMARILDO, CLAUDIA, DOUGLAS... E QUANTOS MAIS?" - DAVISON COUTINHO


 
Novamente, Policiais Militares estão sendo condenados publicamente no Rio de Janeiro sem que existe até o momento informação sobre qualquer prova contra eles.
Parte da imprensa e oportunistas condenam os PMs, retirando deles o direito da presunção da inocência, um direito de todo cidadão brasileiro.
É preciso respeitar os direitos dos policiais para que possamos cobrar deles que respeitem os nossos direitos.
"JORNAL DO BRASIL
Hoje às 15h19 - Atualizada hoje às 15h41
Amarildo, Claudia, Douglas... E quantos mais?
Davison Coutinho*
Enquanto o Brasil todo está focado na Copa do Mundo, a polícia está entrando nas favelas e tirando a vida de moradores inocentes, que são generalizados como marginais e recebem o fim da vida como castigo pela pobreza e miséria vivida nas favelas de nossa cidade.
Quantos mais vidas serão necessárias para que a farsa e a utopia da UPPs seja revelada? Estamos vivendo de aparências. É revoltante ver em rede nacional os comerciais do governo do estado do Rio de Janeiro mostrando favelas que não existem na vida real, apenas no conto de fadas e na balela contada pelos governantes. É tudo mentira!
A pacificação só trouxe armas e violência, o social ficou de lado, e morador de favela ao invés de receber os serviços públicos de direito básico vem recebendo é violência e repressão. O lixo continua fazendo parte do dia a dia dos moradores e a falta de água tem sido uma das maiores reclamações na Rocinha. As pessoas continuam vivendo em meio a valas e pisando na lama, o saneamento básico foi esquecido.
As promessas eram de uma vida de paz, mas estão matando nossos filhos e nossos pais, estão matando de todas as formas, seja com a violência policial ou com a falta do poder público nas ações necessárias para vida. O feriado de Semana Santa na Rocinha foi marcado pela falta de água, o que é um crime cometido contra todas essas famílias.
Até quando vamos conviver com a miséria, violência e descaso sendo tratados de tal forma. As comunidades estão vivendo um clima de insegurança. Na Rocinha perdemos uma criança e uma jovem estuprada, além do Amarildo, morto e torturado na UPP. Logo depois veio a Claudia, que teve seu corpo arrastado, e agora o Douglas, espancado e violentado até a morte e todos pagando com seu sangue a discriminação e abandono do poder público.
E em meio a manifestação contra a violência perdemos mais um cidadão vítima da política precária de nossa cidade.
Descanse em paz, Douglas. Que sua vida no céu seja repleta de luz e felicidade, e que Deus conforte o coração de todos seus familiares e amigos que hoje não suportam a dor de tamanha perda.
*Davison Coutinho, 24 anos, morador da Rocinha desde o nascimento. Bacharel em desenho industrial pela PUC-Rio, Mestrando em Design pela PUC-Rio, membro da comissão de moradores da Rocinha, Vidigal e Chácara do Céu, professor, escritor, designer e liderança comunitária na Comunidade, funcionário da PUC-Rio (Fonte)".

UPP - SEDE ATACADA - UMA ROTINA NO RIO DE JANEIRO




Infelizmente, os moradores das comunidades carentes padecem com o desrespeito de vários direitos próprios da cidadania, portanto, a implantação de policiamento ostensivo é imperioso nessas comunidades que reúne milhares de cidadãos. Além disso, ter segurança pública de boa qualidade é um direito de todos os cidadãos, morem na Avenida Nossa Senhora de Copacabana ou em uma comunidade.
O problema é como esse policiamento tem sido implantado, escrevo sobre isso com frequência, pois não sou e nem poderia ser, contra as Unidades de Polícia Pacificador (UPPs).
Os erros são grosseiros e deterioraram todo o processo, sendo urgente que o governo mude o gestor, caso contrário, a tendência é o agravamento da situação, como a realidade tem demonstrado.
A face mais visível do fracasso do secretário de segurança Beltrame são os ataques aos Policiais Militares, matando e ferindo dezenas de jovens e e inexperientes policiais. Isso não ocorreria se os critérios técnicos fossem cumpridos por ocasião da implantação de cada UPP, mas o governo só emprega critérios políticos.
Ontem, novamente, uma base foi atacada (Leia), dessa vez no Pavão-Pavãozinho e dois Policiais Militares foram feridos após ataques no Complexo do Alemão (Leia).
Isso não pode continuar.
Salta aos olhos que a gestão do projeto das UPPs está repleta de erros e como Beltrame insiste neles, só resta ao governo substituir o secretário.
Eu apoio as UPPs, mas Beltrame  provou que não é o gestor ideal para o projeto.




A "PACIFICAÇÃO" DE CABRAL, PEZÃO E BELTRAME