O RIO REAL VAI VENCER O RIO DA PROPAGANDA POLÍTICA



No dia 4 de abril, após alguns adiamentos, Sérgio Cabral deixará o governo do estado do Rio de Janeiro e anunciará que será candidato ao Senado Federal.
No seu lugar ficará o vive Pezão, candidato a sucedê-lo.
Cabral sairá do Palácio Guanabara com índices de rejeição popular elevadíssimos, o que por si só tem prejudicado a campanha de Pezão, candidato que não avança nas pesquisas eleitorais que apontam o deputado federal Garotinho em primeiro lugar.
Tendo sido vice de Cabral ao longos desses mais de sete anos, Pezão não deve conseguir descolar seu nome de Cabral, pois a população o enxergará sempre como cúmplice, por assim dizer, de todos os erros que marcaram o governo Cabral.
Sérgio Cabral com apoio da imprensa inventou um novo Rio de Janeiro, o que só existe na propaganda eleitoral. Um Rio onde os serviços públicos funcionam adequadamente e onde as UPAs e as UPPs são maravilhosas.
Em 2010, Cabral foi reeleito em função da propaganda na imprensa, o Rio virtual venceu o Rio real.
Atualmente, após a população perceber a jogada política, o Rio real deverá derrotar Cabral (Pezão), isso para o bem da população fluminense.

Comentários

  1. Vereado, sou carioca morando no ES atualmente. Vejo desta forma e digo mais não é só no RJ que esta pratica acontece.
    Agora me diz porque os governantes e os donos de gigantescos impérios de comunicação não permitem o crescimento das rádios e tv comunitárias. Ou só concedem para quem é igual a eles.
    Eu estava comentando isso na quinta feira com minha esposa ao ver na tv uma propaganda de governo mentira deslavada.
    O pior através disso eles derramam o dinheiro publico no bolso dos prprietarios de sistemas de comunicação e é claro a globo sempre leva a maior fatia do bolo.
    Vereador tem o meu APOIO.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas