GREVE: OS GARIS E OS GUARDAS MUNICIPAIS



Os Guardas Municipais do Rio de Janeiro ameaçaram entrar em greve no mês passado, em face de não estarem avançando as negociações salariais com o prefeito Eduardo Paes (PMDB), mas a paralisação acabou não se concretizando. Eles ficaram em "estado de greve", anunciaram alguns órgãos da imprensa.
Por sua vez, os garis que também estavam demonstrando que poderiam entrar em greve também em razão dos baixos salários, acabaram efetivando a paralisação, o que transformou as ruas do Rio de Janeiro em verdadeiras lixeiras, situação que atravessou todo o Carnaval.
No primeiro momento, Eduardo Paes alegou que um grupo de insatisfeitos, logo se vi que isso era mentira.
Em seguida, Paes partiu para a ameaça de demissão e teria dado início ao processo com relação a 300 garis, como foi divulgado.
Hoje, aterrorizados pela ameaça de demissão, alguns garis estão de volta às ruas, escoltados por Guardas Municipais, isso para evitar que os grevistas os impeçam de trabalhar.
A presença dos Guardas Municipais na escolta é uma determinação de Eduardo Paes e eles devem estar muito desconfortáveis nessa missão, eu garanto.
Tudo isso é fruto da má gestão do prefeito, eu também garanto.
"O GLOBO
Guarda Municipal escolta o trabalho de garis nas ruas de Botafogo
Agentes acompanharam o serviço de três equipes da Comlurb
Leonardo Barros ( Leia mais)".
Foto: Acompanhados por guardas municipais, garis recolhem o lixo na Rua Marquês de Olinda, em Botafogo Fernando Quevedo / Agência O Globo

Comentários

  1. Na zona Sul e no entorno do Sambódromo estão limpando,porém nas camadas pobres,zona oeste e norte,os Garis não estão passando,se é para um é para todos,continua ou não a greve.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas