CRISE NAS UPPs: A CULPA É DA POLÍCIA FEDERAL?



O jornal O Globo publicou um editorial sobre a crise nas Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), nesse domingo, com o título "É crucial o engajamento da União na pacificação".
O editorialista comenta a necessidade da participação do governo federal na segurança pública, um lugar comum que expressa uma verdade, todos os níveis de governo devem interagir para a conquista dos objetivos.
O que não me parece muito adequado é construir uma ideia no sentido de que o governo estadual está dando conta da "pacificação", o que não é uma verdade.
O governo Sérgio Cabral tem cometido erros primários na implantação das UPPs e não pode culpar o governo federal por tais equívocos, dentre eles a expansão desordenada sem que a necessária consolidação dos territórios ocupados. 
A expansão equivocada trouxe outro erro: o gigantismo.
O gigantismo trouxe a desqualificação da tropa.
E por ai vai...
Um sequência de erros, sem qualquer responsabilidade do governo federal.
Nem da Polícia Federal e nem das Forças Armadas, duas instituições que tiveram participação importante quando foram envolvidas diretamente.
O fracasso do projeto de implantação das UPPs tem seus culpados plenamente identificados: Sérgio Cabral e Beltrame.

Comentários